Cartão de crédito de loja vale a pena?

Por Diana Ribeiro

Índice de Conteúdomenu

  1. Como funciona cartão de loja?
  2. Quando devo pedir cartão de loja?
  3. Vale a pena pedir cartão de loja?

É comum que, ao entrar em alguma loja ou quando você já está pagando as suas compras no caixa, algum funcionário te oferecer um cartão de crédito da loja. A promessa é sempre de descontos e facilidades no pagamento.

Essa prática também se tornou comum em lojas online. Note que provavelmente todas as grandes redes que você costumar comprar têm um cartão de crédito para chamar de seu. Mas será que vale a pena ter cartão de loja? Nesse artigo vamos fazer essa análise e te mostrar os prós e contras de adquirir esses cartões de crédito.

Como funciona cartão de loja?

Os cartões de crédito são uma excelente forma das lojas fidelizarem os clientes, além de, claro, aumentar as suas vendas. Os atrativos desses cartões costumam ser descontos e condições diferenciadas de pagamentos, além da facilidade de contratar. Há 3 tipos de cartão de loja:

– Private Label: essa modalidade de cartão é de uso exclusivo da loja em que foi adquirido. Ou seja, só é possível realizar compras na rede que emitiu o cartão, funcionando como um crediário. Geralmente a fatura também só pode ser paga na própria loja.

Co-branded: são cartões similares ao private label, mas com o diferencial que podem ser utilizados em todos estabelecimentos e não somente na rede em que o cartão foi emitido. São criados por bancos em parceria com marcas com o objetivo de fidelizar os consumidores.

Híbrido: é aquele cartão que pode ser usado em qualquer estabelecimento como cartão de crédito. No entanto, tem limite diferenciado caso seja utilizado na rede emissora do cartão.

Quando devo pedir cartão de loja?

Existe algumas situações em que é vantajoso adquirir o cartão de crédito de loja. Listamos 6 fatores para você analisar se o cartão da loja que você quer é ou não uma boa opção. Confira:

  1. Anuidade: ao contratar um cartão de crédito de alguma loja, certifique-se do valor da anuidade. Só é vantajoso adquirir se o cartão for sem anuidade ou se a anuidade for menor do que a do seu cartão atual. Em um cenário que há inúmeros cartão sem anuidade não há porque pagar essa taxa se ela não trazer algum benefício, como milhas, por exemplo.
  2. Taxa de juros: um item fundamental para você analisar antes de solicitar o seu cartão de crédito são as taxas de juros ao mês. Vale a pena pensar que caso você atrase o pagamento da fatura é a taxa de juros que fará diferença. Então consulte se a taxa não é igual ou maior do que a do seu cartão atual ou a de outros cartões oferecidos no mercado. Se a resposta for sim, fuja desse cartão.
  1. Outras taxas: alguns cartões podem não cobrar anuidade, mas compensam o valor na cobrança de outras taxas, como em taxa de extrato, taxa de utilização, taxa de manutenção, etc. Então fique atento se o cartão que você quer contratar não possui essas taxas, pois os descontos oferecidos dificilmente pagam as taxas.
  1. Pagamento da fatura: há lojas que só permitem que o pagamento da fatura seja efetuado na própria loja. Além de não ser nenhum pouco prático, é uma estratégia para aumentar o seu consumo na loja em questão, pois ao ir até a loja para pagar a fatura do cartão, provavelmente você será atraído por algum produto e vai ser difícil não comprar, né? Então tenha certeza que é possível pagar o cartão em qualquer agência bancária.
  2. Parcelamento: se você é daquelas pessoas que gostam de parcelar as suas compras em muitas vezes, tome cuidado com isso! Por mais que algumas lojas prometam um pagamento diferenciado e facilidade para quitar a fatura, sem dúvidas se você optar por um número grande de parcelas elas serão acrescidas de juros. Consulte a loja para ter certeza a partir de quantas parcelas é cobrada a taxa de juros. Muitas vezes os juros são tão exorbitantes que a compra não compensa.
  3. Descontos: de modo geral, a grande vantagem dos cartões de loja são os descontos e a facilidade de pagamento na compra de produtos da própria loja. Mas, há lojas que não oferecem essa possibilidade ou que os descontos e outros benefícios são insignificantes e muito limitados. Então, analise isso também para não sair no prejuízo.

Vale a pena pedir cartão de loja?

Agora você deve estar questionando se vale a pena solicitar um cartão de loja, não é? Pois bem, a resposta é: depende.

Além de analisar os fatores que mostramos aqui, é preciso levar em consideração se você é um cliente fiel da loja em que solicitará o cartão. Geralmente, o cartão de loja só valerá a pena se você aproveitar os benefícios oferecidos nas compras. Porém, se você já tem um cartão de crédito não há motivos para aceitar o da sua loja preferida.

No entanto, se você quer pedir um cartão de loja, escolha apenas um e o faça. Nada de acumular muitos cartões porque “o desconto vale a pena”, pois as chances de você se endividar dessa forma são altas. Tenha paciência e pesquise bastante, analise as taxas e anuidade para não sair no prejuízo e contratar um cartão de crédito que não te atenda.

E aí, ficou interessado em algum cartão de crédito de loja? Se você ainda não sabe qual o melhor cartão de crédito para você, utilize o comparador de cartões do IQ 360 e descubra!