Cartões pré-pagos: o que são e como utilizar

Por Redação IQ 360

Cartões pré-pagos: o que são e como utilizar

Muitas pessoas decidiram trocar o dinheiro em espécie pelo dinheiro de plástico. Mas, o que muitas delas não sabem, é que o pagamento com cartão não está restrito apenas ao crédito e de ao débito.
Atualmente, diversos bancos contam com uma opção acessível para todos os públicos: o cartão pré-pago, que é recarregável e permite usar o valor em uma ou várias transações de pagamento.
O uso ocorre de maneira semelhante ao de celulares pré-pagos. Após a carga, um valor fica disponível para o cliente. Ao zerar o saldo do cartão pré-pago, uma nova recarga poderá será feita e todos os benefícios ficam disponíveis.

O uso do cartão pré-pago

A contratação do serviço pode ser feita por pessoas com idade superior a 18 anos, mediante apresentação de documento com foto e do CPF.
Depois de ativado, o cartão pré-pago pode receber a primeira carga, que pode ser feita via transferência bancária ou boleto bancário – as opções disponíveis dependem muito do banco contratado.
O valor poderá demorar até 48 horas para ficar disponível para o cliente.
As tarifas costumam variar entre as bandeiras que disponibilizam o serviço. Os valores cobrados pelo serviço são: mensalidade, um desconto a cada recarga e, em casos de inatividade, o cartão poderá ter uma parcela do valor existente descontada.

Quais bandeiras oferecem o serviço?

Vale lembrar que nem sempre é preciso ter uma conta bancária para adquirir o cartão pré-pago.

Visa e Mastercard, as principais bandeiras, disponibilizam o cartão. O pré-pago é aceito em todas as lojas credenciadas pelas bandeiras.

Benefícios e vantagens do cartão pré-pago

Existem diversos pontos positivos do cartão pré-pago sobre o de débito e/ou de crédito. Conheça os principais:

1. Maior controle do crédito: Levando em conta que só poderá ser gasto o valor que estiver disponível no cartão, é possível controlar melhor as finanças e evitar o acúmulo de dívidas. É uma excelente opção para quem busca maior controle financeiro e também para quem quer fugir dos juros e das parcelas dos cartões de crédito;
2. Segurança: O cartão pré-pago evita o trânsito do dinheiro em espécie, mas permite que saques sejam feitos. Por isso, é uma excelente opção para entregar dinheiro aos filhos ou mesmo em viagens – principalmente nas internacionais. E, em casos de roubo ou extravio, o cartão pode ser cancelado imediatamente, sem que os valores creditados sejam perdidos;
3. Garantia em urgências: Em situações de emergência, onde não houver dinheiro disponível, um cartão pré-pago (carregado, é claro!), poderá auxiliá-lo momentaneamente;
4. Não necessitar de aprovação bancária: Muitas pessoas não conseguem abrir uma conta bancária por estarem negativadas ou com pendências anteriores em seus nomes e CPFs. Este é um ponto positivo do cartão pré-pago: não é um financiamento, não exige abertura de conta bancária e pode ser uma excelente opção para quem não consegue contratar um serviço de cartão de crédito e/ou de débito.

Controle do crédito existente

Depois de realizada a primeira carga, já é possível realizar compras! Porém, é essencial controlar todos os gastos, para que sua situação financeira não saia de controle. Algumas dicas:
Ter em mente o que foi gasto: lembrar de todas as compras já realizadas e do saldo disponível antes de realizar uma nova compra é uma excelente forma de cuidar do seu dinheiro.
Uso de aplicativos: a maior parte dos serviços conta com aplicativos que permitem a visualização em tempo real de quanto está disponível em seu cartão.
Definir uma data para recarga: inserir créditos em seu cartão em uma mesma data auxilia no autocontrole. Por exemplo, se o salário cai no dia 5 de cada mês, comprometa-se a carregar o cartão todo dia 6.