Cartões virtuais: o que são e como funcionam?

Por Redação IQ 360

cartoes-virtuais

Um cartão de crédito convencional é aquele oferecido e emitido pelos bancos aos seus clientes. Ele começou a circular nos anos 1950, mas foi nos últimos dez anos que a população brasileira de fato entendeu que era possível e seguro usar esse “dinheiro de plástico” para pagar contas e, principalmente, parcelá-las. A popularidade é tanta, em todas as classes sociais, que os bancos já começaram a criar uma nova modalidade: o cartão de crédito virtual.

Cartão de crédito virtual: como funciona

O cartão de crédito virtual é como se fosse a versão digital do seu cartão de crédito físico, de plástico. No entanto, ele tem um outro número e uma validade muito limitada. O cliente que optar por essa modalidade, poderá escolher por quanto tempo deseja que ele fique ativo. Geralmente, são cerca de 48h que as instituições financeiras oferecem. Algumas só disponibilizam para uma transação financeira específica. Depois disso, ele ficará inválido.

Se a duração é tão pouca, por que ele é útil?

O uso desse cartão se dá exclusivamente para compras na internet. Se você está procurando um produto específico e só vai conseguir comprá-lo em um site estrangeiro, se o site for suspeito o cartão virtual possibilita a compra sem colocar em risco os dados do seu cartão físico. A dívida depois será cobrada na sua fatura, normalmente, como se fosse a do seu cartão normal.
Se você foi roubado e o seu cartão estava na carteira, essa é outra situação em que o cartão virtual é muito vantajoso. Afinal, ninguém está a salvo de sofrer um assalto ou furto.

Cartão de crédito virtual: como solicitar?

Atualmente, boa parte dos bancos já oferece o cartão virtual para quem já tem um cartão de crédito físico e não cobra por isso. Os primeiros foram o Banco do Brasil e a Caixa Econômica Federal.
Itaú e Santander também já trabalham com essa opção. As instituições também facilitaram a emissão por meio de seus próprios sites e aplicativos no celular. Com isso, o cliente não precisa se deslocar até a agência para pedi-lo. Mas lembre-se: trata-se de um cartão provisório, ele não substitui o cartão físico para sempre.

Cuidados extras

Antes de solicitar o seu cartão virtual e ao utilizá-lo pela internet, esteja certo de que o seu computador está protegido por um antivírus. Não são raros os ataques de hackers aos sites dos bancos e também de lojas e-commerce. Verifique se o cadeado de segurança virtual aparece no seu navegador, antes do endereço em que você deseja fazer a compra. Fique atento a qualquer solicitação fora do normal, como números e senhas extras, que não costumavam ser pedidas antes.