Como deixar de pagar a anuidade do seu cartão de crédito?

Cartão de crédito é uma forma de pagamento quase indispensável atualmente: facilita as compras na internet, permite compras nacionais e internacionais e pode oferecer inúmeros benefícios e premiações para seus usuários.

Contudo, é preciso ter cuidado na hora de escolher o seu cartão. Existem centenas de opções de bancos e bandeiras e cada um pode cobrar uma anuidade diferente. Essa taxa existe para a manutenção dos cartões e o valor poder variar todo ano, tornando-se um gasto pesado para o bolso. Alguns bancos cobram a anuidade assim que o cartão é feito ou após um ano da contratação, por isso é muito importante conferir essas informações com o banco escolhido. Contudo, o pagamento da anuidade pode trazer alguns benefícios como participar do programa de pontos da emissora, que podem ser convertidos em produtos ou viagens.

Mas como ficar isento dessa taxa sem abrir mão de um cartão que atenda todas as suas necessidades? Kleber Zanella, analista de negócios do IQ 360, conta como ele fez para ter um cartão Platinum sem pagar anuidade. Confira aqui as dicas para se livrar dessa taxa você também!

Negociando com o banco e deixando de pagar anuidade

Geralmente, os cartões de crédito que apresentam os melhores benefícios têm anuidade. Como o valor varia muito, essas taxas podem ser altas e pesar no bolso do cliente. O que muitas pessoas não sabem é que é possível sim deixar de pagar essa taxa através de uma negociação com o banco.

Foi exatamente isso que o Kleber fez. Ele tinha um cartão universitário, que garantia a isenção da anuidade durante o período da sua graduação. Quando se formou, Kleber queria continuar a ter um cartão sem a taxa, por isso resolveu negociar: como recebia seu salário em outro banco, sugeriu fazer uma portabilidade de conta, ou seja, a transferência de dinheiro de um banco para outro, serviço que é feito sem a cobrança de taxas após a solicitação do cliente. Para qualquer banco é vantajoso ter um cliente fidelizado. Mesmo não pagando anuidade, o banco perde muito se um cliente migrar para outra instituição. Por isso a agência emissora do cartão concordou com os termos negociados e cancelou a cobrança da anuidade.

Depois de algum tempo, Kleber começou a usar mais os pontos acumulados com seu cartão de crédito. Então, o analista pesquisou e viu que existiam outras opções de cartões que poderiam ajudá-lo a acumular muito mais pontos do que o que ele estava usando. Então, pediu ao banco um upgrade para um cartão Platinum. Como ele já havia negociado anteriormente a isenção da anuidade, ele conversou com a gerente da agência para continuar com esse acordo. O pedido foi negado por parte do banco, o que fez com que Kleber registrasse uma ocorrência no site Reclame Aqui expondo que o acordo que havia sido feito anteriormente não estava sendo cumprido. Isso fez com que o banco entrasse em contato com ele e reconsiderasse a resposta anterior, concedendo assim a isenção da taxa por mais um ano.

Se você já tem um cartão de crédito sem anuidade em determinado banco e quer trocar para uma modalidade com um limite maior e com mais benefícios, é possível tentar negociar as mesmas condições do cartão anterior para o atual, argumentando que é cliente do banco há algum tempo e que gosta dos serviços oferecidos. Isso gera confiança por parte da agência, que pode oferecer melhores opções para o cliente.

Da mesma forma que o Kleber fez, é importante frisar para o banco o interesse em continuar fidelizado com aquela agência e como é benéfico para ambas as partes.

A negociação deu errado? Hora do plano B!

Muitas agências podem ser inflexíveis na hora da negociação. Nesse caso, o consumidor tem a internet a seu favor! Caso o banco não esteja cumprindo com um acordo firmado anteriormente, como foi o caso do Kleber, uma boa estratégia é registrar um feedback negativo nas redes sociais ou em sites como o Reclame Aqui expondo a situação. Dessa forma, a central da agência pode entrar em contato e se mostrar aberta a fazer um novo acordo.

Porém, mesmo com toda negociação, o banco pode não anular ou diminuir a anuidade. Nesse caso, o ideal é encontrar um cartão que tenha uma boa compatibilidade com o cliente e seu perfil de gastos, como por exemplo um cartão sem anuidade. Com o Comparador de Cartões é possível encontrar o melhor cartão para o seu perfil de acordo com os seus gastos e os benefícios que deseja ter. Para testar, clique aqui.

E quanto ao Kleber? Bem, essa história ainda não teve um fim. Quando seu um ano de isenção de anuidade do cartão Platinum acabar, ele precisará negociar novamente com sua agência. Resta agora torcer para que o analista consiga mais essa vitória e que depois venha nos contar aqui no IQ 360!