Crédito ou débito: entenda as diferenças e descubra qual é o melhor para você

Substituir o pagamento em dinheiro por cartões já é realidade para a maioria das pessoas. Porém, muitos não sabem quando é melhor optar pelo débito ou pelo crédito. Isso ocorre principalmente pela questão de tarifas, data de pagamento, parcelamentos, e muito mais.

Débito x Crédito

O cartão com as duas modalidades é ofertado pela maior parte dos bancos, e a escolha pela forma de pagamento costuma ser feita no momento da compra.

Mas afinal, o que diferencia as duas?

1. Tempo de pagamento

Como o próprio nome sugere, o débito caracteriza-se pelo pagamento imediato, através do débito em sua conta bancária. Enquanto isso, o crédito será pago apenas uma vez ao mês, na data estabelecida em sua fatura.

2. Tarifas

Muitas vezes a opção de débito não é cobrada pelas empresas bancárias. Isso porque o serviço é realizado através do pagamento imediato, não necessitando de recursos do banco.

Enquanto isso, o cartão de crédito costuma contar com uma tarifa, denominada de anuidade. Como o próprio nome sugere, ela é cobrada uma vez ao ano, mas em alguns casos, poderá ser parcelada.

3. Parcelamento

Como o débito é um pagamento imediato, não é possível parcelar. Já o crédito conta com diferentes possibilidades de parcelamento, que costumam variar conforme a política do comércio em que se está comprando.

Algumas lojas e estabelecimentos poderão cobrar juros sobre o parcelamento, portanto, esteja atento!

4. Acúmulo de pontos

Talvez este seja um dos maiores motivos que leva os clientes a optarem pelo cartão de crédito.

Atualmente, existem diversas políticas de acúmulos de pontos e milhas, que se dão conforme o valor gasto mensalmente. Estes pontos ficam acumulados por um determinado tempo, e depois de atingido determinado valor, poderão ser trocados por brindes, objetos, e até mesmo passagens aéreas.

Quais as vantagens?

Levando em conta as diferenças das duas formas de pagamento, é possível estabelecer algumas vantagens de cada uma delas.

Cartão de Débito

Lembrando que se o débito for escolhido, o pagamento será automaticamente descontado de sua conta, o que pode trazer algumas vantagens:

Controle dos gastos: só será possível realizar compras com o valor que estiver disponível na conta
Ausência de juros: nada será cobrado pelo serviço
Comodidade: em comparação ao dinheiro, a opção do débito é muito mais simples, visto que não exige deslocamento ao banco
Segurança: como exige o cartão plástico e uma senha, é muito difícil que seu cartão seja clonado
Aceitação: a forma de pagamento é aceita na maioria dos estabelecimentos, diferente do cheque ou crédito

Cartão de Crédito

Data de vencimento: diferentemente do débito, a compra será computada por seu banco e virá com a fatura, na data do mês pré-estabelecida. Assim, haverá um dia certo para realizar o pagamento
Adiamento do pagamento: lembrando que a fatura será paga uma vez ao mês apenas, será possível comprar e pagar até 40 dias após, sem a cobrança de juros
Parcelamento: existe a opção de parcelar suas compras, podendo chegar a 12 e até 24 vezes. A presença de juros dependerá do seu contrato com o banco, e também da loja em que está sendo realizada a compra
Pagamento da fatura mínima: em meses que não tiver todo o dinheiro para pagar a fatura, poderá pagar apenas um valor mínimo e parcelar o restante
Acúmulo de pontos: todos os meses serão acumulados mais pontos, que posteriormente poderão ser trocados em bonificações. Ou seja, seu dinheiro retorna em prêmios e viagens

Como escolher entre as opções?

Depois de entender as principais diferenças acerca destas duas formas de pagamento, será possível determinar qual se adequa mais ao seu perfil! Entenda alguns pontos a serem levados em conta:

Recebimento do salário: se todo o seu pagamento é feito em um único dia do mês, é preferível optar pelo crédito. Enquanto isso, se for autônomo, poderá não ter todo o valor da parcela no dia do pagamento, sendo preferível o débito
Autocontrole: se tiver uma tendência maior a gastar o que não tem, recomenda-se que adote a opção de débito. Mas, se for organizado com suas finanças, poderá utilizar tranquilamente o crédito
Existência de outras dívidas: se mensalmente já houver diversas contas a serem pagas, não torne o crédito mais um “esquenta cabeça”. Nestes casos, prefira o débito
Necessidade de parcelar: se deseja comprar algum item de mais valor, como uma TV ou celular, por exemplo, muitas vezes compensa parcelar o valor, utilizando assim, o crédito
Viagens aéreas: se está constantemente comprando passagens aéreas, poderá utilizar as milhas do cartão de crédito a seu favor

Em dúvidas sobre qual cartão de crédito escolher?

Com o simulador de Cartões de Crédito, você encontra o melhor cartão para o seu perfil! Seja para acumular milhas, descontos na fatura (cashback), descontos em compras ou outros benefícios, a ferramenta inteligente indica qual é o ideal para as suas necessidades e desejos. Confira aqui!