Como aumentar suas chances de ser aprovado para empréstimo

Índice de Conteúdomenu

  1. Como funciona score de crédito
  2. Como aumentar seu score
  3. Quais as opções de empréstimo para altos e baixos scores?
  4. Vantagens de ter um score alto

Antes de autorizar um empréstimo, as instituições financeiras avaliam se o possível cliente é um bom pagador. Por isso, para aumentar as chances de ser aprovado, é preciso melhorar nos pontos necessários para se tornar um “bom pagador”.

Como funciona score de crédito

Os bancos e instituições financeiras costumam utilizar um sistema de pontuação para avaliar se o cliente é um bom pagador. Esse sistema, conhecido como score, utiliza-se de pontos para diferenciar clientes com maior e menor risco de não pagamento.

Uma das pontuações de crédito usadas para a avaliação é o Serasa Score, porém algumas instituições formulam a sua pontuação própria ou combinam vários métodos.

O score toma como base estatística os dados pessoais do consumidor, o histórico de pagamentos, o relacionamento financeiro com empresas, entre outros.

No Serasa Score, os pontos vão de 0 a 1.000 pontos, sendo que até 300 pontos há alto risco de inadimplência, entre 300 e 700 o risco é médio e baixo acima de 700 pontos. A consulta do Serasa Score está disponível online e permite que o consumidor veja sua pontuação e assim possa tomar atitudes para aumentar seu score.

Como aumentar seu score

Score baixo pode dificultar a aprovação de empréstimos, mas algumas atitudes podem ser tomadas para aumentar a pontuação. Para isso, é preciso melhorar nos aspectos utilizados na avaliação do sistema score.

  • Atualize os dados: dados incorretos prejudicam a avaliação. Quanto mais exatas forem as informações básicas, mais confiável é o cadastro e mais pontos se somam. Por isso, deve-se verificar se todos os dados estão corretos e se não falta nenhuma informação como idade, endereço, telefone, RG, CPF, informações sobre renda e dados bancários. Nunca use dados de terceiros para solicitar empréstimo, nem mesmo o telefone.
  • Limpe o nome: estar negativado prejudica a aprovação de empréstimo e provavelmente a solicitação será recusada ou os juros serão bem altos. Limpar o nome é fundamental. Deve-se negociar com os credores e pagar as dívidas.
  • Pagar as contas em dia: o histórico de pagamento é um dos pontos principais a serem analisados. Pagar as contas em dia e não ter nada em atraso mostra para a instituição que o cliente honra seus pagamentos. Cliente com bom histórico pode inclusive conseguir juros menores.
  • Comprove a renda: é importante que a capacidade de pagar o valor do empréstimo seja comprovado. Contracheques, extrato bancário, imposto de renda, qualquer documento que mostre que o cliente tenha de onde tirar o dinheiro para pagar as parcelas. Quanto maior a capacidade de pagamento, maior a chance de o empréstimo ser aprovado.
  • Valor do empréstimo: não adianta pedir um empréstimo muito alto se não se tem como comprovar a renda para pagar as parcelas. Idealmente, as dívidas não devem ultrapassar 30% da renda líquida mensal. Se a parcela do empréstimo for maior que isso, possivelmente será negado.
  • Perfil do cliente: estabilidade financeira, ou seja, vínculo empregatício, aumentam as chances de o empréstimo ser aprovado. Em alguns casos, o estado civil também pode influenciar.

Quais as opções de empréstimo para altos e baixos scores?

Scores altos dificilmente terão dificuldades na hora de ter um empréstimo aprovado, somente se solicitarem valores altos em que não se comprove renda suficiente para pagar. Clientes com scores altos têm todas as opções de empréstimo na qual se enquadram para escolher. Resta avaliar os melhores juros e taxas para cada uma.

As melhores opções para quem tem baixos scores seriam os empréstimos com garantia, em que o bem, seja carro ou imóvel, é dado como garantia de pagamento. Assim a instituição tem a garantia de que receberá o valor e as chances de o empréstimo ser aprovado são maiores.

Aposentados, pensionistas e servidores públicos tem a opção do empréstimo consignado mesmo se estiverem negativados ou com baixo score. Nesse caso, o pagamento é descontando da folha de pagamento ou, no caso de aposentados ou pensionistas, diretamente do benefício do INSS.

Existem financeiras que oferecem crédito para pessoas com baixo score e negativados, porém, cobram juros mais altos. Recorrer à essas linhas de crédito pode ser uma solução imediata.

Vantagens de ter um score alto

Diversos estabelecimentos consultam o SPC e Serasa, além do score antes de liberar vendas a prazo, financiamentos, empréstimos.

Ter o score alto significa que a pessoa é considerada um bom pagador e tem maiores chances de ter empréstimos aprovados, sendo possível conseguir melhores taxas e condições de pagamento.