Como pedir um empréstimo pessoal do Agibank

Por Emily Moura

banco-agibank-2

Se você pensa em fazer um empréstimo pessoal com o Agibank, fique atento a todas as condições e documentos necessários. O empréstimo do banco digital é direcionado a todos os públicos – crédito pessoal, consignado e assalariado privado. Há uma condição a mais para os clientes: aposentados, pensionistas, militares e servidores públicos que já usaram toda a margem do desconto em folha de pagamento podem solicitar um empréstimo pessoal.

Para solicitar um empréstimo, o Agibank pede que o cliente cumpra quatro passos. Na janela que aparece na sua tela, primeiro é preciso colocar qual tipo de empréstimo você deseja. Em seguida, os seus dados – nome, CPF, telefone e e-mail. O terceiro estágio está relacionado ao seu Estado e ao ponto de atendimento em que será concluído o processo. Por fim, o banco digital informa que o formulário foi recebido e se o cliente quer receber uma ligação para receber orientações e os cálculos do empréstimo.

Condições para contratar o empréstimo pessoal do Agibank

Antes de separar toda a sua documentação, é essencial saber exatamente o Custo Efetivo Total do seu empréstimo (CET), ou seja, todas as tarifas que serão cobradas pelo seu crédito. Geralmente, o empréstimo pessoal tem as maiores taxas de juros. Segundo o site do Banco Central, o valor do CET para empréstimo pessoal é de 19.89% ao mês (a.m.) e 782,01% ao ano (a.a.).

Para solicitar o empréstimo com o Agibank é necessário apresentar alguns documentos:

  • Documento de identidade –RG e CPF
  • Comprovante de residência – Pode ser uma conta de luz ou de água recente, no nome do cliente
  • Comprovante de renda – Pode ser um extrato bancário ou holerites

Vale a pena fazer um empréstimo no Agibank?

Uma maneira prática de encontrar o crédito pessoal ideal para o seu perfil é utilizar a ferramenta de comparação de empréstimos do IQ 360, que é gratuita e aumenta as suas chances de aprovação com as instituições financeiras.

Os valores do empréstimo pessoal costumam ser mais altos do que o de outras modalidades de crédito. Por isso, é muito importante pesquisar bem antes de fechar negócio. O Agibank tem taxas caras e bem próximas aos valores dos juros do cartão de crédito. De acordo com o Banco Central, entre 30 de outubro e 6 de novembro, as taxas do Agibank eram, em média, de 18,91% a.m. e de 699,15 a.a.

Além disso, o Agibank, mesmo sendo um banco digital, precisa que o cliente finalize a sua solicitação de empréstimo em uma de suas unidades físicas. Isso acaba atrapalhando quem procura a praticidade e a rapidez de um empréstimo online.

Saiba um pouco mais sobre o Agibank

Criado no Rio Grande do Sul em 1999 pelo economista Marciano Testa, o Agiplan se consolidou no mercado brasileiro como um correspondente bancário. Até 2011, a empresa se destacou como uma das maiores operadoras de crédito consignado do Brasil. A força do Agiplan era tão grande que entre 2009 e 2011 ele teve exclusividade no consignado do Bradesco.

O primeiro grande passo da instituição aconteceu em 2011, quando foi autorizada pelo Banco Central para atuar como uma financeira. Mas o grande salto aconteceu em 2016, quando o Agiplan adquiriu o Banco Gerador, que tinha forte atuação no Nordeste do País. O valor da compra não foi divulgado, mas o Agiplan conseguiu se tornar um banco.

A partir de 2018, a instituição financeira passou a ser conhecida como Agibank, para se adequar ao seu novo formato de banco totalmente digital com diversos serviços financeiros, como investimentos, cartões, seguros, consórcios e empréstimos.

Uma das inovações do Agibank foi ter quebrado um paradigma no mercado bancário ao permitir que a conta corrente seja o número do telefone celular do correntista.

Agibank no Reclame Aqui

No site Reclame Aqui, o Agibank está classificado como ótimo e tem nota 8,4 em 12 meses, até 31 de outubro de 2018. Mesmo muito bem avaliado, muitas das reclamações referentes a empréstimos são sobre algumas pessoas que foram vítimas de golpes aplicados por pessoas se passando por representantes do banco digital – para saber como se proteger de problemas como esse, leia este artigo do IQ 360. O Agibank reforça que nunca solicita valores antecipadamente.