Vale a pena pedir um empréstimo para comprar um apartamento?

Por admin

Você decidiu: vai comprar um apartamento. Ou, pelo menos, tem esse desejo da casa própria pulsando dentro de si. Contudo, você sabe que não possui o dinheiro necessário para a compra.
Uma das opções que parecem mais atrativas é pedir um empréstimo. Afinal, você não precisa comprovar ao banco o que vai fazer com o dinheiro e pode achar juros mais baixos.
Mas será mesmo que pedir um empréstimo para comprar um apartamento é o melhor caminho?

Entendendo a diferença entre empréstimo e financiamento para comprar um apartamento

Antes de mais nada, é importante entender a diferença do financiamento para um empréstimo tradicional. Para muitas pessoas os dois são a mesma coisa, mas não é bem assim.
A primeira e principal diferença está na finalidade das duas formas de crédito: o dinheiro de um financiamento destinado para a aquisição de um imóvel só pode ser usado para esse fim. Já ao conseguir um empréstimo, ainda que você pegue com a intenção de comprar um apartamento, você poderá usar o dinheiro para o que bem entender.
No financiamento, você precisa apresentar não só qual imóvel quer comprar, mas também cumprir com uma série de outros pequenos requisitos burocráticos. Já com um empréstimo tradicional a documentação é menor, precisando apenas ser comprovando sua renda e uma forma de garantir que você vai pagar – o banco ou instituição financeira não precisa saber para quê você vai usar o dinheiro.
Outro fator essencial é a taxa de juros, que costuma ser menor fazendo um empréstimo. O financiamento costuma ter taxas de juros mais altas, o que pode não ser tão atrativo. Isso torna o empréstimo mais vantajoso, apesar da necessidade de, ainda assim, você precisar conhecer profundamente a taxa de juros do empréstimo que está cogitando. O que nos leva para o próximo tópico:

Entenda a taxa de juros do empréstimo

Saber a taxa de juros de um empréstimo é item obrigatório para saber se ele é interessante ou não. E é importante apontar que, ainda que tenha taxas menores que de um financiamento, o juro de um empréstimo ainda continua alto, principalmente para uma despesa que costuma se alastrar por alguns anos, se não de décadas. Lembre-se sempre que você está adquirindo um imóvel, e uma dívida – por isso é importante saber a taxa de juros do empréstimo que está cotando e o quanto isso vai custar no seu bolso.
Um jeito rápido e eficiente de descobrir os empréstimos com melhores taxas para você é usar nosso Simulador de Empréstimo, que analisa a melhor opção de acordo com seu perfil financeiro.

Você poderá pagar todas as parcelas?

É uma pergunta importante de ser feita a si mesmo. Você realmente vai ter condições e deseja passar diversos anos pagando as parcelas do empréstimo feito? Será um longo tempo de sua vida e uma grande parte do seu dinheiro dedicado a pagar um sonho, que pode nem sempre compensar. Por isso, é bom ter a certeza de que você pode pagar o imóvel sem correr o risco de se afundar em dívidas.

Por que não economizar e poupar mais?

É essencial que sua decisão não seja tomada no impulso. Comprar uma casa é uma decisão que não precisa ser planejada com antecedência. A razão é simples: quanto mais você tiver para dar de entrada pelo imóvel, menos pagará a longo prazo – e com taxas de juros menores também.
Assim, o ideal é que você comece a poupar e economizar o quanto antes. Colocando esse dinheiro em fundos e títulos que aumentem o montante que você tem reservado para sua casa.
Com pequenos passos, você chegará cada vez mais próximo do seu sonho sem que ele pese tanto no seu bolso ou que você descubra muito tarde que ainda era muito cedo para adquirir uma dívida.
Para te ajudar a poupar, nós do IQ fizemos uma planilha para o seu planejamento financeiro. Para baixar, clique aqui.

Vale a pena pedir um empréstimo para comprar um apartamento?

Em um primeiro momento, a resposta é não. Adquirir uma casa é uma das maiores compras que você vai fazer em vida, por isso é importante ter cada etapa planejada. Se você ainda não tem uma quantia separada única e exclusivamente para comprar seu apartamento, então é esse o primeiro passo que você deve tomar. Pensar em pedir um empréstimo ou qualquer coisa do gênero só deve ser feito depois de esgotadas as opções.
Se você já está na fase de ter algum dinheiro guardado para dar de entrada em seu imóvel, pode começar a pensar em pedir um empréstimo. Mas ainda assim não é a opção mais recomendada, sendo o ideal você conseguir investir seu dinheiro até ser capaz. Mas sabendo que isso pode ser demorado, vale ponderar pedir seu empréstimo com tudo que foi apontado aqui – procurar juros mais baixos, fazer um planejamento para que consiga pagar as parcelas, dar a maior entrada possível.