Vale a pena fazer um empréstimo para festa de casamento?

Por Emily Moura

Índice de Conteúdomenu

  1. Pense em começar a vida de casado sem dívidas
  2. Uma festa de casamento menor pode ser uma boa opção
  3. Afinal, vale a pena fazer um empréstimo para casar?

Encontrou aquela pessoa especial e deseja passar o resto da vida ao lado dela? Então provavelmente você já tenha pensado em se casar no futuro. Mas junto com a cerimônia, vem a festa, e essa pode ser uma comemoração com muitos custos.

Dependendo do tipo de festa de casamento que você está planejando, seu orçamento pode não dar conta do recado. Nessas situações, muitos casais recorrem ao empréstimo pessoal para conseguir custear os valores do casamento. Mas será que vale a pena adquirir um empréstimo para fazer o casamento dos seus sonhos?

Pense em começar a vida de casado sem dívidas

Tenha em mente que o casamento é só um dos detalhes que você terá que se preocupar. Casa, carro, mobília nova, alimentação e talvez filhos, serão suas novas prioridades após o casamento. Então, antes de pedir um empréstimo e já começar a vida de casado com dívidas, pense nos outros gastos mais importantes que você terá que arcar de agora em diante.

Além disso, começar o casamento já endividado pode fazer muito mal para a vida financeira do casal. Considerando que agora você divide as despesas com outra pessoa, não é interessante passar anos preocupado com uma dívida que o casal terá que pagar.

Usar o dinheiro de forma mais consciente é muito importante. Investir em compras de coisas mais duradouras e úteis para vocês será muito mais vantajoso. Pense em financiar uma casa, um carro. Ou até começar a investir, seja para uma viagem de casal ou aposentadoria.

Uma festa de casamento menor pode ser uma boa opção

Talvez uma grande festa de casamento seja seu maior sonho. Mas pense no empréstimo como a última alternativa para realizá-lo. Uma das melhores formas de realizar seu sonho sem precisar adquirir um empréstimo é planejá-lo com antecedência. Planeje seu casamento pelo menos um ano antes, assim você terá tempo para juntar o dinheiro necessário e pesquisar melhores locais e fornecedores.

Outra boa alternativa é fazer uma festa mais econômica. Com muita criatividade e modificando pequenos detalhes, você consegue economizar bastante. Diminuir a lista de convidados e pensar em um buffet mais simples são opções que deixarão sua festa de casamento bem mais barata. Casar em dia de semana ou aos domingos é mais barato do que no sábado à noite, por exemplo.

Afinal, vale a pena fazer um empréstimo para casar?

Não é a forma mais indicada para custear seu casamento, por menores que sejam as taxas de juros de diversos empréstimos. Quando você conta com o dinheiro à vista, você tem mais poder de negociação. E muitas vezes pode fazer sua festa sair muito mais econômica.

Além disso, planejar um casamento demanda tempo. Então, para que você não fique com dívidas e mesmo assim a festa dos seus sonhos aconteça, aproveite o tempo de planejamento para juntar o dinheiro da festa. Lembrando que de agora em diante você terá outras prioridades, e a festa de casamento não pode comprometê-las.

Mas se você realmente quiser fazer um empréstimo para se casar. Pesquise muito bem antes de fazê-lo. Lembre-se que o casamento é apenas uma das suas novas despesas da vida de casado. Muitos empréstimos oferecem taxas de juros baixas, como a Creditas, que faz empréstimos com garantia, ou os empréstimos consignados. Sempre confira o custo efetivo total (CET). Pesquise muito antes de fazer seu empréstimo, para não transformar o casamento dos seus sonhos em um grande pesadelo.