Empréstimo pessoal: o que é e como pedir

Por Maria Teresa Lazarini

emprestimo pessoal

O que é um empréstimo pessoal?

Muito procurado pelos brasileiros, o Empréstimo Pessoal é um tipo de crédito para pessoas físicas concedido por bancos e instituições financeiras. Seu principal diferencial é a facilidade. Primeiro, porque para ceder o dinheiro a maioria das instituições financeiras não pedem garantias. Ao invés disso, elas fazem uma análise de crédito do cliente, que pode ser aprovado ou não. Segundo, porque depois de solicitado e aprovado, o empréstimo vai direto para a conta do cliente, pronto para ser usado.

Quando apostar no empréstimo pessoal?

Quando você é um bom pagador: os juros do Empréstimo Pessoal variam proporcionalmente ao seu score de crédito, que é uma nota que você recebe de acordo com os seus pagamentos e dívidas. Se você paga tudo em dia, pode ter certeza que a taxa sobre o empréstimo será pequena.

Quando você não tem ou não quer comprovar para que o dinheiro será usado: ao contrário de diversos empréstimos, o Empréstimo Pessoal não exige que você justifique onde exatamente irá gastá-lo. Ao contrário de um financiamento, no qual o dinheiro é destinado a algo específico como um curso, um imóvel, etc., o empréstimo pessoal pode ser usado para qualquer motivo: realizar um sonho, quitar as dívidas ou outro. É só solicitar, torcer para ser aprovado e usar!

Se você for autônomo: uma das dificuldades de empréstimos para autônomos é que o profissional tem menos estabilidade e previsibilidade em relação à renda. Dessa forma, o empréstimo pessoal é uma opção mais do que viável,  porque as instituições financeiras analisam o extrato bancário dos últimos seis meses e uma vez comprovado que o cliente tem como pagar, negócio fechado!

Como o empréstimo pessoal funciona?

Depois de ser avaliado pela instituição financeira e ser aprovado, o pagamento do empréstimo funciona em parcelas mensais que vão ser definidas na hora do contrato do crédito. Por isso, antes de solicitar um empréstimo é muito importante checar se você vai conseguir pagar o valor das parcelas todo mês – para não entrar numa bola de neve de dívidas.

Assim que o crédito for aprovado pela instituição/banco, o dinheiro total já é liberado na sua conta e está pronto para uso. Nada de longas burocracias ou de empréstimo em partes!

É preciso sempre contar com a possibilidade do empréstimo não ser aprovado, algo que pode acontecer por diversos motivos, desde a análise do CPF até informações desatualizadas. Para que isso não aconteça, reunimos algumas dicas para aumentar as suas chances de ter o empréstimo aprovado!

No entanto, antes de partir para a ação, é preciso saber que existem alguns golpes de empréstimos que prometem taxas inacreditavelmente baixas e pedem “somente” um depósito antes. Desconfie e se informe sobre como se prevenir dos golpes!

Como comparar diferentes empréstimos?

Saber comparar empréstimos pode ser a diferença entre fazer um bom ou um mau negócio e sair ou não do vermelho. Para isso, você pode ou consultar nosso comparador de empréstimos ou prestar atenção em três fatores principais antes de contratar: juros, parcelas e Custo Efetivo Total (CET).

Juros

Começando pelos juros, o empréstimo pessoal nem sempre é o mais barato que existe. Exatamente por não exigir garantias, ele tem juros mais altos que algumas modalidades como o crédito consignado. Enquanto o empréstimo pessoal gira em torno de 6% e 8%, o consignado fica por volta de 2,5%. Ao mesmo tempo, enquanto o consignado exige uma série de requisitos para liberar o dinheiro, o pessoal baseia-se exclusivamente no score de crédito.

Já em relação ao cheque especial, por exemplo, é possível retirar uma quantia pré-aprovada pelo banco na sua conta corrente, mas os juros desse tipo de crédito são absurdos: mais de 13% ao mês. O empréstimo pessoal, como visto, apresenta taxas de juros muito mais baixas. Por isso, estude bem os juros que incidirão sobre o empréstimo antes de fechar negócio.

Para exemplificar a comparação, montamos esse gráfico do total pago em empréstimos simulados de 30 mil reais de quatro tipos diferentes. Usamos taxas de juros padrão de mercado segundo o Banco Central para cada operação.

Gráfico de simulação de empréstimo Pessoal

É possível observar que o empréstimo com garantia é a opção mais barata dentre as quatro, mas o empréstimo pessoal também é muito mais barato que o cheque especial ou o cartão de crédito. Fica claro que geralmente vale a pena usar o empréstimo pessoal para quitar uma dívida no cheque especial ou no cartão.

Parcelas

As parcelas são outro fator importante na hora de comparar tipos de empréstimo. Afinal, elas são fundamentais para o planejamento financeiro do cliente. Antes de tudo é preciso analisar o número de parcelas que aquela instituição oferece para pagar os juros e se ele seria confortável para você pagar. Mas não é só isso.

Não são todos os empréstimos que contam com parcelas fixas e isso pode variar por tipo de empréstimo e por instituição. No caso das parcelas não serem fixas significa que não só o valor delas pode mudar (por exemplo, as primeiras ou últimas terem um peso maior), como também a data de cobrança, vindo cada mês em um dia diferente. Ambos os fatores dificultam um pouco o planejamento financeiro, que é mais simples com parcelas fixas (mesmo valor cobrado no mesmo dia todo mês).

Custo Efetivo Total

Apesar de receber menos atenção que os juros, o Custo Efetivo Total é tão ou até mais importante, uma vez que ele informa o valor total do serviço. Isso mesmo, ao contrário do que muitos pensam, não é só o juros que deve ser pago quando se faz empréstimo, há ainda outras taxas, encargos e possíveis despesas, que somadas resultam no montante final.

Dessa forma, é imprescindível comparar os CETs dos diversos empréstimos para ver qual é o negócio mais interessante para você.

Como pedir um empréstimo pessoal?

Primeiramente, vale lembrar que para solicitar um empréstimo pessoal é necessário que a pessoa tenha mais de 18 anos! Se você se enquadra nesse perfil, você pode solicitar um empréstimo pessoal de dois jeitos.

O primeiro é à moda antiga: indo até o banco ou instituição financeira com seu RG, CPF e comprovante de residência em mãos, você deve falar com o gerente e fazer o pedido de empréstimo. O banco/instituição fará sua análise de crédito e te informará sobre a aprovação do empréstimo no momento ou após alguns dias.  Se prepare para encarar longas filas, além de provavelmente gastar algumas horas em todo o processo.

Mas um jeito mais fácil de fazer sua solicitação de empréstimo é pela internet: ao acessar o site da instituição/banco, é só você mandar seu pedido, informar alguns dados pessoais e esperar a comprovação de crédito pela empresa – tudo isso no conforto da sua casa. Se você está em dúvida de qual empréstimo escolher, vale a pena checar a plataforma de Empréstimos do IQ que te sugere o melhor tipo de empréstimo para você baseado no seu perfil. Muito melhor que ir até o banco, não é mesmo?

Quanto à documentação necessária, algumas instituições de empréstimo podem pedir documentos como CPF e RG ou até mesmo a senha bancária para checar o seu score de crédito e se certificar que você é um bom pagador. Verifique com o banco ou a instituição financeira quais são os dados e/ou documentos que eles precisam para aprovar seu empréstimo, principalmente se você fizer a solicitação pessoalmente, para não ter que ir duas vezes até o local.

Se você quiser saber o melhor jeito para ser aprovado em um empréstimo, confira esse texto do IQ 360: Como aumentar suas chances de ser aprovado para empréstimo.

Qual empréstimo pessoal é mais adequado para mim?

Apesar de no geral ser o mesmo serviço, o empréstimo pessoal pode variar (e muito) dependendo da instituição financeira que o está oferecendo. Algumas delas são mais focadas em públicos negativados, já outras em quem não tem bens de garantia e por aí vai. Abaixo, seguem alguns exemplos:

Qual é um bom empréstimo pessoal para quem está passando por uma emergência e está negativado?

O Simplic é uma plataforma de crédito pessoal online que atende inclusive negativados e foca em fornecer um processo rápido. Na sua página principal, é possível escolher o valor que o cliente deseja emprestar e em quantas parcelas desejaria pagar. Depois de preencher alguns dados, se o crédito do cliente for aprovado, o dinheiro é disponibilizado em menos de 48 horas.

Qual é um bom empréstimo pessoal para quem não tem bens de garantia e precisa quitar uma despesa emergencial?

Nesse caso, a Geru éuma boa opção, já que ela não exige nenhuma garantia e dá ao cliente a opção de começar a pagar depois de 40 dias e parcelar até 36 meses, por exemplo. Ela também fornece um serviço ágil, prometendo o dinheiro na conta em até um dia útil depois da aprovação.

Mas quais as principais empresas de empréstimo pessoal online?

Atualmente, existem várias opções de empresas que fornecem empréstimos online. As principais delas são:

Simplic: o Simplic é um correspondente bancário que fornece empréstimo pessoal, inclusive para quem se encontra negativado nos órgãos de proteção ao crédito como SPC e Serasa.

Creditas: a Creditas é referência em empréstimos com garantia, se diferenciando pelas taxas mais baixas, pelo atendimento personalizado e pela tecnologia e transparência de sua plataforma. Ela atua como parceira de bancos, investidores e clientes.

Geru: a Geru é uma plataforma de empréstimos que atua como um correspondente bancário do Banco Andbank e conta com um processo de contratação 100% online, já tendo contabilizado mais de R$6 bilhões em pedidos de empréstimos até agosto de 2018.

MoneyMan: MoneyMan é uma companhia financeira tecnológica internacional que atua como  correspondente bancário no Brasil e trabalha com empréstimos de R$ 500 a R$ 3000 em até 12 vezes.

Rebel: Rebel é uma plataforma de empréstimo que funciona como correspondente bancário da Lecca Crédito e indica três opções de propostas de acordo com o perfil do cliente, com valores e prazos diferentes e você pode escolher aquele que melhor atende as suas necessidades.

Ferratum: a finlandesa Ferratum tem atendimento completamente online e sua plataforma de crédito atua como parceira de bancos, investidores e clientes.

Lendico: a Lendico tem taxas de juros (CET) personalizadas de acordo com o perfil de cada cliente e prometem ser diferentes de outras opções do mercado brasileiro que não tem empréstimo online personalizado.

Quer saber qual é o melhor empréstimo pessoal para você? Confira abaixo o Comparador de Empréstimos do IQ 360: