Empréstimo: quando pedir um?

Por Redação IQ 360

Índice de Conteúdomenu

  1. Dívidas
  2. Reformas
  3. Viagem
  4. Educação
  5. Casamento

Os empréstimos podem ser uma porta de saída em relação a dívidas e falta de dinheiro para investir ou pagar algo muito caro. Acessível à maioria das pessoas, ele é um contrato que libera uma quantia determinada de crédito, que deve ser pago em um prazo estabelecido, com acréscimo de juros e encargos.

Cada banco ou financeira tem a liberdade de definir suas próprias regras para liberar empréstimos. Isso inclui os critérios necessários para a liberação, taxas de juros, prazos, etc. Por isso, é importante pesquisar para saber qual será a melhor oferta para você de acordo com seu perfil financeiro.

Não há regras que obriguem você a ter que justificar o uso do dinheiro ao pedir um empréstimo, mas você sabe em quais situações ele pode ser a melhor opção? Em que momento da vida é vantajoso se comprometer com um empréstimo pessoal? Confira abaixo alguns exemplos de quando se pode pedir um empréstimo:

Dívidas

Se você possui diferentes dívidas com vários credores, juros e prazos de pagamento ou uma dívida grande com o cartão de crédito, em que as taxas envolvidas são altíssimas, pedir um empréstimo pessoal pode ser uma solução. Com dinheiro em mãos você pode pagar as várias dívidas e unificar o pagamento com um credor, no caso o banco que emprestar dinheiro. E, no caso de encargos com cartão de crédito ao quitar o débito, trocará uma dívida por outra com juros menores.

Reformas

Quer fazer melhorias em casa ou na empresa? Houve um problema inesperado de vazamento ou no telhado que precisa consertar com urgência? Pode ser que você não tenha o dinheiro para pagar os custos totais necessários. Por isso, pedir um empréstimo vai permitir que você tenha o dinheiro imediato para resolver as necessidades do momento e que poderá ser pago depois.

Viagem

Precisa de férias? Quer fazer a viagem ou o intercâmbio dos sonhos, mas não tem o dinheiro necessário? Pegar dinheiro com um banco ou financeira pode ajudar a concretizar seus planos. Com juros menores do que os do rotativo do cartão de crédito, esse dinheiro poderá ser pago depois que você aproveitar novos ares e ser quitado em parcelas mensais que vão pesar menos no orçamento.

Educação

Faculdade, curso de especialização e pós-graduação podem representar um divisor de águas na vida profissional. Mas custam caro. Existem programas do governo federal para o financiamento de ensino superior, mas você pode não se encaixar nos pré-requisitos ou não ser aprovado. Por isso, o empréstimo pessoal pode ser uma saída para alavancar sua carreira, já que pode ser pago em parcelas menores do que as do curso, sem comprometer sua renda.

Casamento

Vai casar e está sem dinheiro para bancar todos os custos envolvidos? Nessa situação você também pode pedir um empréstimo. Mas lembre-se de se planejar, calcule todos os gastos da cerimônia e recepção e confira quanto dinheiro vai realmente precisar. Essa alternativa geralmente é recomendada para casais com empregos estáveis e poucas dívidas.