É possível ter mais de um empréstimo consignado ao mesmo tempo?

Por Redação IQ 360

emprestimo-consignado

O empréstimo consignado é um dos mais procurados no mercado, recomendado principalmente para aposentados, pensionistas, servidores públicos ou funcionários de empresas conveniadas a bancos que oferecem essa modalidade. Isso ocorre porque o pagamento das parcelas é feito diretamente por meio de um desconto do salário.
Ou seja, se o solicitante contratou o empréstimo consignado, a cada mês ele vai receber um valor menor do que o salário completo para ir quitando os débitos no período acordado. A legislação garante que a parcela máxima do empréstimo não seja superior a 30% da renda do beneficiário. É isso que chamamos de margem consignável.
O que muitos consumidores não sabem é que aqueles que já contrataram um primeiro empréstimo consignado também poderão adquirir mais uma linha do mesmo crédito. Para isso, é preciso que as duas parcelas somadas não ultrapassem a margem, ou seja, não comprometam mais do que 30% do salário ou benefício.
A viabilidade desses dois empréstimos também depende da taxa de juros cobrada pelo banco escolhido. Por essa razão, é extremamente recomendável fazer uma boa pesquisa e várias simulações em bancos diferentes. Quanto menor a taxa, menor será o valor cobrado em cada parcela, aumentando a porcentagem e os valores disponíveis dentro do teto.
A liberação do crédito ocorre da mesma forma que o primeiro foi concedido. Em média, em até 48 horas os bancos conseguem fazer uma avaliação da sua renda e dos seus pagamentos.
O empréstimo consignado já é considerado o mais vantajoso do sistema financeiro justamente por oferecer taxas mais acessíveis. Então, se o objetivo é acumular empréstimos, essa modalidade fica ainda mais atrativa. Porque você pode adquirir a segunda dívida logo depois da primeira.
No entanto, lembre-se de que o ideal é nunca precisar recorrer aos empréstimos bancários. Se existe a possibilidade de solicitar a algum familiar que poderá esperar pela devolução em um período de tempo maior, você economiza nos juros. No crédito consignado, o desconto é direto do salário, portanto até quitar a dívida, você terá uma quantia menor de dinheiro na conta para as suas despesas fixas e extras.
Ao mesmo tempo, se o motivo do empréstimo é pontual, apenas para adiantar um valor que você precisa neste momento para algum gasto emergencial ou uma viagem de férias, mas que pagará em breve, quando receber o 13º salário ou algum outro pagamento extra, o empréstimo consignado continua sendo a melhor opção. Os juros cobrados em outras linhas, como o empréstimo pessoal, o cheque especial ou o crédito rotativo, são ainda mais proibitivos e esses empréstimos devem ser evitados ainda mais.