Quem é estagiário pode pedir empréstimo?

Por Redação IQ 360

estagiario-emprestimo

Para conseguir um empréstimo em bancos e instituições financeiras, na maioria dos casos é necessário ter uma conta corrente e apresentar um comprovante de renda. Para os estudantes, especialmente os universitários que trabalham como estagiários, o acesso ao crédito é um pouco menor, mas existem possibilidades interessantes.
Confira algumas dicas dos especialistas:

Cartão de crédito e cheque especial

Como o pagamento para os estagiários é realizado por meio de uma bolsa-auxílio e não exatamente um salário, a conta corrente também é diferenciada, com taxas menores. Na maioria dos bancos, essa conta universitária dá direito a um cartão de crédito e a um limite de cheque especial. Ou seja, se a renda do mês for insuficiente para arcar com todas as despesas, os jovens correntistas têm um crédito pré-aprovado para utilizarem como empréstimo. No entanto, assim como os demais clientes, haverá juros sobre esse crédito, e assim que entrar qualquer pagamento, os valores vão cobrir a dívida adquirida.

Crédito estudantil

Muitos estagiários universitários também recorrem ao financiamento estudantil oferecido pelos bancos para pagar os estudos. Esse crédito também é uma modalidade de empréstimo e a Caixa Econômica Federal acaba sendo o banco que reúne o maior número de estudantes interessados nessa modalidade. Isso porque é ela que opera o Fies – Programa de Financiamento Estudantil, pelo qual o governo paga para a universidade o valor total das mensalidades e, depois de formado, o aluno deverá começar a ressarcir essa dívida diretamente para o governo, com juros de 6,5% ao ano, por meio da Caixa. Os bancos privados também têm linhas de crédito especiais para o financiamento estudantil.

Primeiro empréstimo

Além dessas modalidades já citadas, os estagiários também podem tentar solicitar aos bancos e financeiras um empréstimo para comprar o primeiro carro, imóvel ou simplesmente para obter um crédito pessoal, embora a aprovação seja um pouco mais difícil dependendo do valor solicitado. Para isso, é preciso ter ao menos 18 ou 21 anos, dependendo da exigência da instituição financeira. Ter um número de CPF também é fundamental, porque mesmo sendo um jovem consumidor, o cliente já precisa estar com o nome limpo na praça. Caso já tenha declarado imposto de renda, também é importante levar esse documento para análise na hora de fazer uma simulação.
O IQ também pode ajudar a encontrar o melhor empréstimo. Utilize o nosso comparador e veja qual opção se enquadra melhor no seu orçamento: