4 Dicas para economizar com os gastos do seu passarinho

Por Redação IQ 360

Índice de Conteúdomenu

  1. Invista em uma ração de qualidade para seu passáro
  2. Comida natural
  3. Leve seu passáro regularmente no veterinário
  4. Compre gaiolas confortáveis para seu passáro

Ter um animal de estimação pressupõe que você deverá investir uma parte do seu orçamento para os gastos com alimentação e saúde do seu pet. Em tempos de crise econômica, esse dinheiro precisa ser ainda melhor empregado, sem adicionar custos extras e supérfluos e mantendo a qualidade dos produtos para não ter um gasto maior depois. Mesmo para quem tem passarinhos, esse cuidado é muito importante, por menor que seja a sua ave. Segundo os veterinários, há pássaros que duram mais de 20 ou 40 anos. Portanto, é bom ter em mente que esse gasto poderá ser constante e de longo prazo.

Confira as dicas dos especialistas e médicos veterinários:

Invista em uma ração de qualidade para seu passáro

O primeiro passo para manter o seu pássaro saudável é comprar uma ração de qualidade. Não adianta investir em uma marca mais barata, cujo produto não terá todos os nutrientes que o seu pet precisa. Com uma alimentação balanceada, ele terá menos chances de ter problemas de saúde. E como as boas rações costumam ser mais caras, a dica é comprar pacotes grandes em lojas especializadas. Assim, além de durar mais e ser mais barato do que comprar pequenos pacotes, você pode parcelar no cartão e diluir o valor em vários meses.

Comida natural

Além da ração industrializada, é recomendável que os pássaros comam alimentos in natura, como frutas e vegetais. Para isso, os veterinários indicam que podem ser os mesmos alimentos já comprados para a alimentação humana. Portanto, reserve um pedaço do seu mamão ou banana recém abertos ou descascados para o seu pássaro. Só cuide para não apodrecer dentro da gaiola e acabar provocando alguma infecção se ingerido dias depois. Comida natural dura só algumas horas.

Leve seu passáro regularmente no veterinário

Esse também é um gasto que costuma compensar no final das contas. Assim como cães e gatos, os pássaros também precisam ter um acompanhamento anual de um veterinário. Como prevenir é sempre melhor do que remediar, manter a sua ave vacinada e com os remédios contra vermes em dia também evita outras doenças mais sérias e que podem gerar complicações futuras. Converse com o veterinário sobre a frequência em que as unhas devem ser cortadas. Os bicos de alguns pássaros também precisam ser cortados de tempos em tempos. O ideal é que o próprio médico faça isso se você não tiver muita prática, isso evita que o animal seja machucado e acabe tendo algum problema mais grave.

Compre gaiolas confortáveis para seu passáro

Investir em uma gaiola grande pode ser fundamental para o seu pássaro. Os veterinários indicam que o tamanho deve ser compatível com o tamanho das asas abertas. Assim, a ave poderá praticar pequenos voos e se deslocar ali dentro de maneira mais fácil, evitando problemas de saúde. Claro que isso não substitui o fato de alguns pássaros precisarem voar fora da gaiola, dentro de casa, para se manterem saudáveis. Mas quanto maior for a gaiola, melhor para o bicho.