Como montar um aquário bom e barato para seus peixes

Por Redação IQ 360

aquario-barato

Você se encantou por um peixe e não vê a hora de comprar seu aquário, de preferência o mais barato possível, para finalmente montar um lindo ecossistema aquático na sua casa? Se a resposta é sim, espere um pouco! Existem alguns fatores importantes do mundo do aquarismo que você precisa saber antes de sair comprando todas as plantas de plástico e areia colorida que vir pela frente.
Se esse é o seu primeiro aquário, é muito importante que você tenha consciência de que criar peixes é muito mais do que colocá-los em um pote de vidro cheio de água da torneira ou filtrada. Nos tópicos abaixo vamos te mostrar tudo o que você precisa saber antes de comprar seu aquário:

Aquário barato: tamanho, preço e peixes

Para ter peixes em casa, você precisará comprar um aquário – e se você conseguir pagar barato, melhor. Porém, é importante sempre lembrar que ao comprar um peixe, você estará trazendo um novo bicho de estimação para a sua casa. Seu novo pet merece cuidados e carinho tanto quanto um gato ou um cachorro. E uma das melhores formas de cuidado nesse caso é justamente dando um espaço adequado para o seu peixe viver. Por isso, nada de comprar beteiras ou outros aquários de 1 ou 2 litros, ok? Eles são muito pequenos para que um peixe viva com qualidade.
Para escolher um aquário bom e barato para a quantidade de peixes que deseja, é preciso antes de tudo entender quais peixes você deseja criar e qual o espaço da sua casa destinado ao novo aquário. Lembrando que quanto maior for o aquário, mais caro ele ficará.
Para calcular quantos peixes e de quais tipos cabem no aquário que você escolheu, use a seguinte regra:
Peixes pequenos
Exemplos: Guppy, Neon, Mato Grosso e Betta
Aquário: 5 litros vagos + 2 litros por peixe
Peixes médios menores
Exemplos: Molinésia, Espada e Platy
Aquário: 10 litros vagos + 5 litros por peixe
Peixes médios maiores
Exemplos: Bandeiras e Beijadores
Aquário: 20 litros vagos + 15 litros por peixe
Peixes grandes
Exemplos: Discos, Kinguios e outros do mesmo porte
Aquário: 40 litros vagos + 40 litros por peixe
Peixes jumbos
Exemplos: Oscar e Carpas
Aquário: 100 litros vagos + 100 litros por peixe
Agora que você já sabe quais peixes deseja ter e o tamanho do seu aquário, está na hora de efetivamente comprar um aquário barato. Procure em lojas online e compare os preços, para se ter uma ideia de qual a média de preço para um aquário realmente barato.
Outra dica para diminuir o preço é procurar um bom vidraceiro para montar seu aquário. Nesses casos, o aquário pode ficar até 30% mais barato do que em petshops convencionais. Se essa não é uma opção, vale procurar no MercadoLivre ou outros sites de venda de produtos usados.
Em um petshop convencional, um aquário básico de 5L pode chegar a R$ 80. Por isso, vale a pena olhar outras opções para baratear esse custo – ainda mais se você quiser ter um aquário grande, com vários peixes.

Aquário barato: economizando na iluminação

As lâmpadas próprias para aquários costumam ser bastante caras. Uma alternativa barata seria optar por uma lâmpada fluorescente comum ou até mesmo de LED – o que economiza energia também.
Atualmente, uma boa lâmpada própria para aquário não sai por menos de R$50. Uma lâmpada fluorescente comum custa em torno de R$20, já uma de LED custa em torno de R$30.
É importante considerar a temperatura da cor da lâmpada. Uma lâmpada de 4000ka tem a cor mais amarelada, já a de 6500k tem um branco azulado, o que favorece o desenvolvimento das plantas, caso queira ter naturais, bem como a coloração do peixe.

Qualidade da água do seu aquário

Você já ouviu falar em condicionadores de água? Pois é, você precisará colocar esses itens na lista de compras também! Afinal, ter um aquário não é simplesmente encher um recipiente com água da torneira ou do filtro e colocar os peixes lá.
Cada peixe precisa de condições específicas de água. Alguns gostam de águas mais mais ácidas, outros de águas mais alcalinas. Porém, nenhum deles gosta de água com cloro. As distribuidoras de água usam cloro e cloromina para desinfetarem a água potável em níveis não prejudiciais ao ser humano, porém fatais para os peixes ornamentais. Por isso, comprar um bom anticloro é fundamental.
A dica aqui é comprar um anticloro concentrado, que irá render mais, pois será necessário menos quantidade para eliminar o cloro da água. Vale a pena comprar pela internet, se for comprar uma quantidade maior.
Como dito anteriormente, cada peixe precisará de condições de água específicas de acordo com a sua espécie. Por isso, além do anticloro, você precisará comprar testes para medir o pH da água. Se ela não estiver de acordo com o pH necessário dos seus peixes, será preciso comprar condicionadores ácidos ou alcalino para chegar ao número correto.
Testes de Amônia, Nitritos e Nitratos também são bastante importantes para uma boa ciclagem do seu aquário antes de colocar os peixes nele. Esse processo é essencial e por isso não deve ser pulado. Dessa forma, você tem a certeza de que a água é a ideal para o seu novo pet. Um conjunto de testes custa por volta de R$40.

Pagando barato em filtros e aquecedores

Os elementos filtrantes são fundamentais para o equilíbrio biológico de um aquário, porém os melhores produtos costumam ter um custo bastante elevado. A dica aqui é comprá-los pela internet em sites como MercadoLivre. É possível comprar elementos de filtragem biológica, como cerâmicas, e de filtragem química, como carvão ativado e resinas.
Os filtros externos costumam ter três funções em uma: bomba de água, circulação de filtragem. Além de manter a água ideal para seus peixes, ele também ajuda na oxigenação. Esse filtro ajuda o aquário a eliminar dióxido de carbono da água, e dissolver melhor o oxigênio para o uso dos animais aquáticos. É possível comprar filtros como esse por R$ 70.
Os aquecedores também são bastante importantes para manter a temperatura da água ideal para os seus peixes. No MercadoLivre, é possível achar aquecedores por R$20. Em petshops convencionais, o preço sobe para R$50.
De forma geral, filtros e aquecedores também são bastante comprados pela internet, geralmente se consegue até 30% de desconto se comparado a uma loja física. Peças de reposição, principalmente de filtros, também são achados com mais facilidade na internet do que em lojas físicas.

Decoração para o aquário

Essa é a parte favorita de muitos aquaristas: a decoração do seu aquário. Pagar barato na decoração vai depender muito dos seus gostos e dos enfeites que deseja colocar.
Nesse momento, é muito importante comprar objetos próprios para o aquário. Nada de pegar troncos de árvore sem preparo prévio e colocar lá dentro. Esse é o tipo de economia que sai caro no final, estragando seu ecossistema e dando problemas aos peixes. Lembre-se sempre de comprar objetos de decoração que sejam próprios para aquários.
Ao comprar cascalho para o fundo do aquário, procure comprar cascalho a granel – nunca cascalho colorido, porque solta tinta com o tempo – ou areia de filtro de piscina. Atualmente um saco de 25kg custa em torno de R$25.

Onde não economizar no seu aquário?

Como já falado anteriormente, existem algumas economias que a longo prazo não valem a pena. A primeira é o tamanho do seu aquário: ele precisa estar de acordo com os tipos e quantidade de peixes que você deseja ter. Afinal, ter peixes é uma escolha e é preciso dar a melhor qualidade de vida a eles, assim como com qualquer outro bicho de estimação.
Também não é bom economizar com a ração dos peixes. Uma ração de qualidade contribui para a saúde dos peixes, aumentando sua imunidade contra doenças e parasitas.
Não se esqueça de sempre fazer a manutenção adequada do seu aquário, limpando-o e repondo água quando necessário. Nunca retire o peixe e lave o aquário com água e sabão. Para limpá-lo corretamente, é preciso ter um sifão, que pode ser facilmente encontrado por menos de R$ 20. Ele funciona como um aspirador, que suga sujeira e água suja para fora do aquário. Lembre-se de nunca retirar mais do que 30% de água ao limpar seu aquário e de também preparar a nova água que será adicionada com os condicionadores necessários.