Como usar bem o seu 13º salário

Por Redação IQ 360

Índice de Conteúdomenu

  1. Use o 13° para pagar dívidas
  2. Economize o 13° para pagar os impostos do próximo ano
  3. Use o 13° para pagar as parcelas dos presentes
  4. Poupe e invista seu 13°

O 13º salário é o pagamento mais esperado pelos trabalhadores brasileiros durante todo o ano. Nos últimos tempos, ele vem sendo parcelado no segundo semestre, o que acaba diluindo o custo para o empregador e o impacto do montante para o empregado. De todas as maneiras, é um dinheiro extra que ajuda a resolver uma parte dos problemas financeiros de muitas pessoas.

Para quem ainda recebe o valor integral de uma vez ou parcelado em apenas duas vezes, no mês de dezembro, os especialistas alertam que o uso desse dinheiro precisa levar alguns fatores em consideração para ser melhor aproveitado. Confira:

Use o 13° para pagar dívidas

A primeira recomendação é sempre liquidar dívidas pendentes. Em tempos de crise econômica, às vezes nem o 13º salário completo é capaz de acabar com elas. Nesse caso, usar todo o pagamento para abater os juros é fundamental. Não adianta você acabar gastando em outros produtos e fazer novas contas. Isso só vai postergar a sua dívida e aumentar os juros no longo prazo.

Economize o 13° para pagar os impostos do próximo ano

Se além de liquidar as dívidas você conseguir separar uma boa parte do 13º para pagar os impostos que são cobrados no começo do próximo ano, isso também vai ajudar você a não se endividar nos meses seguintes. Em janeiro, são cobrados impostos como IPVA e IPTU, que podem ser pagos à vista com desconto. Ou seja, vale muito a pena quitar logo essas contas e ainda economizar. Para quem tem filhos na escola, nessa época também chega a lista do material escolar e o boleto da matrícula, portanto são gastos inescapáveis também. Entre março e abril, chega a conta do Imposto de Renda. Sendo assim, só nos primeiros quatro meses do ano, o seu 13º salário já poderá ser bem empregado.

Use o 13° para pagar as parcelas dos presentes

Dezembro também é o mês das festas de final de ano. O comércio é o campeão de armadilhas para tentar abocanhar uma parte do seu 13º salários, inclusive com ofertas tentadoras. Se depois de pagar as dívidas e reservar os valores dos impostos ainda sobrar um dinheirinho, guarde uma parcela para os presentes de Natal. Mas lembre-se que se a meta é economizar, não vale a pena gastar tudo agora e ficar endividado de novo depois. Compre presentes modestos e dentro da sua realidade.

Poupe e invista seu 13°

Outra opção para usar bem o 13º salário é poupar uma quantia e investir em algum lugar como o Tesouro Direto. Em tempos de dólar em alta, se você tiver moeda estrangeira em casa, vale a pena vender e investir esse dinheiro também, junto com o salário extra. Assim você junta um montante maior até para planejar uma próxima viagem.