Vale a pena fazer compras no atacado?

Por Diana Ribeiro

compras-atacado

Com a crise financeira que afetou o Brasil nos últimos anos e a alta taxa desemprego, economizar já virou uma regra e para as compras no supermercado não podia ser diferente. Muitos brasileiros procuraram alternativas para gastar menos com itens essenciais e uma escolha foi fazer compras em atacadistas. Mas será que vale a pena mesmo? Nesse texto vamos te contar o que comprar e o que não comprar no atacado e quando essa é uma boa opção. Confira!

Por que fazer compras no atacado?

Os chamados “atacarejos” são lojas que vendem produtos por varejo, mas oferecem preços melhores no atacado. Essas lojas sempre foram frequentadas majoritariamente por pequenos comerciantes, donos de restaurantes e lanchonetes. No entanto, nos últimos anos esse cenário se alterou e observa-se que consumidores finais (como eu e você) têm procurado essas lojas.
Segundo pesquisa do Datapopular, 3 em cada 10 brasileiros têm optado por fazer compras em atacadistas para economizar no supermercado. E praticamente 100% dos entrevistados pretendem continuar comprando mesmo se tiverem uma melhora financeira. A explicação não é somente pelos preços atrativos, mas também pela variedade e qualidade dos produtos. A pesquisa foi realizada no final de 2016 com cerca de 10 mil clientes do Assaí Atacadista em todas as regiões do país.
Um dos principais diferenciais de atacadistas é a política de dois preços, que na prática funciona assim: há o preço do item em varejo e a partir de uma quantidade determinada é possível pagar o valor de atacado daquele produto, o que reflete no valor final da compra. Essa dinâmica ajudou os brasileiros a perceberem as vantagens de comprar em atacadistas. A economia pode ficar entre 15% e 20% no valor final da compra se comparado ao supermercado tradicional.

O que comprar e o que não comprar em atacado?

A vantagem de comprar em atacadistas é justamente comprar em atacado, ou seja, uma grande quantidade de produtos, pois assim o preço fica mais atraente. No entanto, as chances de se empolgar e comprar grandes quantidades de itens e eles estragarem é alta. Não faça isso! Isso é um desperdício de produtos e também de dinheiro. Sendo assim, separemos alguns itens que vale a pena comprar em atacado e alguns que não são muito recomendados.
Lembre-se que é sempre melhor comprar em atacadistas alimentos não perecíveis e produtos que têm longa validade. Bons exemplos são: produtos de limpeza (sabão em pó, amaciante, detergente, etc), produtos de higiene pessoal (papel higiênico, creme dental, sabonete, shampoo, entre outros) e alimentos não perecíveis, como arroz e feijão. Caso queira comprar carnes, certifique-se de que será conservado no freezer.
Tudo que precisa ser armazenado na geladeira e tenha uma validade curta não é muito recomendado, pois estragam rápido e provavelmente serão descartados antes do uso. Alguns exemplos são queijos, legumes, verduras, frutas, danone, manteiga, etc. Se optar por comprar esses itens, tenha certeza que irá consumir rapidamente e fique muito atento às datas de validade.

Vale a pena comprar no atacado?

Não existe uma resposta pronta para essa questão, tudo vai depende da sua realidade. Em geral, comprar em atacado só vale a pena se há atacadistas perto da sua casa ou próximo ao seu trajeto cotidiano. Caso contrário, provavelmente o seu gasto com combustível e tempo não valerá a pena.
Outra situação que geralmente compensa comprar por atacado é em casos que a família seja grande. Afinal, mais pessoas morando na mesma casa naturalmente o consumo de alimentos e produtos é maior. Então vale a pena avaliar se ao invés de ir ao supermercado tradicional e comprar vários itens, não é melhor comprar por atacado e ter um desconto.
No entanto, se você tem uma família pequena ou mora sozinho uma boa dica é fazer compras em grupo. Tente encontrar alguns amigos para dividir a conta dos itens comprados. Essa é uma ótima forma de economizar mesmo morando sozinho, mas só é válida se os seus amigos tiverem hábitos parecidos com os seus. Opte sempre por produtos não perecíveis e com data de validade longa. Uma ótima opção são produtos de higiene pessoal e limpeza, como já dito anteriormente.
É importante também analisar se você terá onde armazenar a grande quantidade de produtos que você irá comprar. Você pensou onde vai guardar o fardo de detergente que comprou? E aqueles 5 litros de amaciante? E os 12 sabonetes? E os 5 pacotes de arroz? Verificar se há um local em boas condições para armazenar as suas compras é fundamental, pois esses itens dificilmente serão usados rapidamente.
Além disso, uma dica muito importante é planejar as suas compras. Faça uma lista e veja o que você ainda tem em casa, desta forma você evita desperdício tanto de dinheiro quanto de produtos. E claro, não vá com fome para não cair na tentação de comprar mais comida do que devia e jogar fora depois porque não conseguiu consumir na validade.