7 países mais e menos corruptos do mundo

Por Redação IQ 360

Índice de Conteúdomenu

  1. Os 7 países mais corruptos do mundo
  2. Os 7 países menos corruptos do mundo

Corrupção é uma forma ilegal ou ilícita de conseguir dinheiro ou benefícios em causa própria. É o ato de corromper algo ou alguém com o intuito de obter vantagens em relação aos demais.

A corrupção, comum no cenário político, também acontece muito em empresas que desejam ser favorecidas de alguma maneira ou entre pessoas comuns, que enxergam uma possibilidade de ganhar dinheiro “por baixo dos panos”.

Nas relações cotidianas entre pessoas, a corrupção está muito ligada ao suborno, que nada mais é do que o ato de oferecer alguma coisa diante de uma negociação que possa favorecer uma pessoa e prejudicar outra. É uma jogada que oferece vantagem indevida a alguém a fim de que ela pratique, omita ou adie uma ação.

Para ficar bem claro: quando existe corrupção, necessariamente existe um ato que não visa o bem comum. Ou seja, o cidadão corrupto só age pensando em gratificações e vantagens pessoais.

Na política, corrupção poderia ser explicada como sendo o uso indevido de um poder público em prol de um interesse privado. E estes atos estão diretamente ligados aos baixos índices de desenvolvimento humano e desigualdades sociais.

Os 7 países mais corruptos do mundo

De acordo com o Índice de Percepção da Corrupção, da Transparency International, você verá que a maioria dos países mais corruptos são também os menos desenvolvidos socialmente. Confira os sete mais corruptos:

  • Somália
  • Sudão do Sul
  • Coreia do Norte
  • Síria
  • Iêmen
  • Sudão
  • Líbia

Os 7 países menos corruptos do mundo

Entre os países com menores índices de corrupção estão aqueles que têm ótima educação, pouca desigualdade social e índices de desenvolvimento altíssimos. Os sete mais bem colocados são:

  • Dinamarca
  • Nova Zelândia
  • Finlândia
  • Suécia
  • Suíça
  • Noruega
  • Singapura