4 dívidas mais comuns entre os brasileiros

Por Redação IQ 360

fatura-cartao-de-credito

Com o aumento do desemprego e a recessão econômica, o índice de endividamento da população brasileira cresceu nos últimos anos. O que antes era resultado principalmente do descontrole financeiro, agora também passou a ser causado por fatores externos, que dificultam ainda mais a quitação das dívidas.
Segundo dados divulgados pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), cerca de 10% das famílias brasileiras afirmam que não têm condições de pagar as contas em atraso, permanecendo inadimplentes.
Comprar e não conseguir pagar pode se tornar um grande problema, principalmente quando seu nome vai parar no cadastro de empresas de proteção ao crédito, o que pode causar restrições no CPF dificultando o acesso ao crédito. De acordo com dados de estudo realizado pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes de Lojistas (CNDL), para mais da metade dos consumidores entrevistados a dívida contraída é muito maior do que os ganhos mensais, o que dificulta o pagamento.
A maior parte dos débitos é feita com instituições financeiras, bancos, comércio, setor de comunicações e serviços básicos, como água e luz. Confira os cinco principais tipos de dívidas dos brasileiros:

Cartão de Crédito

A maior causa de endividamento dos brasileiros é, sem dúvida, o cartão de crédito, que em muitos casos é usado como uma extensão da renda mensal. São cerca de 77% das famílias com débitos e parcelas atrasadas, e o maior erro é a não quitação do valor integral da fatura, caindo no crédito rotativo com juros altíssimos que podem duplicar e, até mesmo, triplicar o valor da dívida inicial.

Crédito Pessoal

O uso do crédito pessoal também figura entre os principais tipos de dívidas. Sem muitas restrições e de fácil acesso para a maioria dos brasileiros, o empréstimo feito em bancos ou financeiras torna-se um dos principais motivos de endividamentos da população. Com juros altos, muitas vezes o consumidor não consegue manter as parcelas em dia, o que pode levá-lo ao cadastro do SPC ou Serasa.

Financiamento de veículos

Cerca de 10,2% das famílias brasileira possuem débitos com o financiamento de serviços. O carro é um dos principais bens financiados pela população, mas, também, suas parcelas nem sempre são as ideias para o orçamento mensal, e em casos de imprevistos financeiros ficam em atraso e contribuem para o endividamento da população.

Impostos e serviços básicos

Pesquisas mostram que grande parte dos consumidores tem dificuldade em manter em dia todos os impostos e serviços básicos. IPTU e IPVA são os que mais pesam no orçamento, mas muitos brasileiros também têm dificuldade de pagar em dia contas de serviços básico como água, luz, telefone e internet, que em situações de crise contribuem para a inadimplência das famílias.