4 dicas para economizar nos passeios culturais

Por Redação IQ 360

Índice de Conteúdomenu

  1. Dias mais baratos ou gratuitos
  2. Festivais com ingressos mais baratos
  3. Comer em casa
  4. Transporte

As atividades culturais, como assistir a um bom filme no cinema, uma peça no teatro ou um show de música, ficaram mais caras nos últimos anos. Em tempos de crise econômica, a diversão acaba sendo um dos primeiros itens que os consumidores cortam do orçamento. Mas saiba que nem sempre precisa ser assim. Mesmo com o aumento dos preços, ainda é possível driblar as armadilhas do mercado cultural e aproveitar o que a sua cidade oferece de melhor.

Confira 4 dicas para economizar nos passeios culturais:

Dias mais baratos ou gratuitos

Muitas pessoas simplesmente não sabem que existem dias mais baratos para assistir ao mesmo filme naquele cinema, ou que há um dia totalmente gratuito para visitar a exposição no museu mais badalado da cidade.

A dica é ficar atento aos sites desses estabelecimentos e instituições. Entre segunda e quarta-feira, quando o movimento é menor, vários cinemas diminuem o valor do ingresso pela metade, por exemplo.

Todos os museus também são obrigados a oferecer ao menos um dia da semana para que o acesso seja grátis. Claro que as chances de ter uma fila enorme são grandes. Mas sempre vale a pena esperar do que desistir, certo?

Festivais com ingressos mais baratos

Para quem está acostumado a frequentar grandes festivais de música, essa dica é mais conhecida. Ao comprar uma entrada, você acaba pagando muito mais barato para assistir a várias atrações do que se fosse a um show de cada vez, em períodos diferentes.

No entanto, é importante conferir a programação para saber se dois ou mais artistas que você conhece e gosta estarão por lá, se não é dinheiro jogado fora também.

No caso dos festivais de cinema e teatro, essa credencial tem mais chances de valer a pena. O valor de cada entrada fica muito mais barato do que se você esperar para ver o filme ou a peça quando eles entrarem em cartaz de fato depois. Alguns desses festivais inclusive são gratuitos.

Comer em casa

Essa dica vale para várias opções de diversão. Se o seu objetivo principal é a atração cultural e não a comida, faça a sua refeição em casa antes de ir para o lugar. Almoçar ou jantar em restaurantes ou lanchonetes próximas de locais de show, por exemplo, é sempre um prejuízo que não compensa.

O mesmo vale para a pipoca do cinema, que quase sempre é bem cara, às vezes até mais salgada do que o valor do ingresso. Deixe para comer na saída ou em casa. Leve também a sua garrafinha de água.

Transporte

Chegar até o local onde vai ocorrer um show de música pode ser uma verdadeira maratona. Grandes artistas costumam atrair uma multidão, portanto considere a possibilidade de ir de Uber ou mesmo de transporte público. Evite ir com o seu carro. Além de todo o aborrecimento dos congestionamentos, estacionar nas proximidades pode custar bem caro.