7 gastos comuns que você precisa cortar já!

Por Diana Ribeiro

gastos-comuns-cortar

Você está tentando cortar gastos no seu orçamento, mas não sabe por onde e nem como começar? Nesse texto vamos te mostrar como é possível economizar uma grana mudando pequenos hábitos. São situações simples e pequenos valores que somadas durante o ano fazem muita diferença no seu orçamento.
Se você tiver dificuldades em fazer esses cortes, pense que o dinheiro gasto desnecessariamente pode ser usado para metas e sonhos que você quer muito, como uma viagem, por exemplo.
Listamos 7 situações em que é possível cortar os gastos ou diminui-los, confira:
1 – Planos de tv a cabo, celular e internet
A primeira situação em que você provavelmente está pagando muito mais do que realmente necessita é em seus planos de tv a cabo, celular e internet. Se você não utiliza tudo que é contratado não faz sentido continuar pagando por isso. Entre em contato com as empesas responsáveis por esses serviços e reveja seus planos. Mas, certifique-se de que os planos mais baratos atenderão suas necessidades. Se você conseguir economizar R$10 de cada serviço, no final do ano serão R$360 a mais na sua conta bancária.
2 – Tarifa bancária
Aposto que você paga tarifa bancaria, não é mesmo? Mas foi uma opção sua ou você apenas não quis questionar o gerente na hora da abertura da conta? Se a segunda opção foi a sua realidade, saiba que ter uma conta sem cobrança de tarifa é um direito seu! Segundo o Banco Central, os bancos não devem cobrar tarifas para os serviços essenciais. Confira no site do BC quais são esses serviços.
Se você não utiliza nada além do que oferecido pelos serviços essenciais, não vale a pena continuar pagando mais essa taxa. Mesmo que você pense: “mas são só R$12,99”, se você eliminar esse gasto, ao final do ano serão economizados R$155,88.
3 – Anuidade do cartão
Hoje há no mercado muitos cartões de crédito sem anuidade. No entanto, pagar anuidade do cartão de crédito ainda é comum. A primeira opção para eliminar esse gasto é contratar um cartão sem anuidade e acabar de vez com essa taxa.
Caso você esteja satisfeito com o seu cartão de crédito, a segunda opção é tentar negociar a sua anuidade. Ligue na sua operadora de cartão de crédito e negocie o valor da sua anuidade. Provavelmente você conseguirá um bom desconto ou até mesmo anuidade grátis por um tempo. Com isso, dependendo do seu cartão, você economizará no mínimo R$100.
4 – Bebida durante as refeições
Além de não ser bom para a saúde, consumir bebidas durante as refeições te custa uma grana! Se você paga R$6 na sua bebida, tendo essa prática apenas no almoço, no final do mês desembolsará R$180 e ao longo do ano, pasmem, R$2.160! Mudando esse hábito você economiza mais de 2 mil reais por ano. Já vai pensando o que fazer com todo esse dinheiro.
5- Cafezinho após o almoço
Seguindo na mesma linha do item anterior, tomar um cafezinho após o almoço é uma prática comum. Mas você já parou para pensar em quanto gasta com isso? Se o seu café custa R$3 e você tem esse hábito 5 dias na semana, você gastará em média R$66 ao mês, ao ano o cafezinho pode te custar R$792. Além disso, há estudos que apontam que tomar café após o almoço pode dificultar a absorção dos nutrientes pelo seu corpo. Vale a pena repensar em hábito, né?
6 – Aparelhos ligados na tomada
Quantos aparelhos sem uso estão na tomada da sua casa nesse momento? Tv, micro-ondas, computador, fogão, etc. Todos esses aparelhos estão em stand by, ou seja, sem uso. No entanto, estão consumindo energia. Desligando esses aparelhos eletrônicos da tomada você economiza mensalmente na conta de energia elétrica. Nesse caso é difícil calcular de quanto será a sua economiza, já que depende da quantidade de aparelhos que você tem em casa, do quanto de energia eles consomem e da bandeira tarifaria da conta de energia. Mas, sem dúvidas, qualquer valor a menos na sua conta já é vantajoso!
7 – Pagar academia e não ir
Se você se empolgou no “projeto fitness” e pagou a mensalidade da academia, ou até mesmo fechou pacotes e nunca foi, ou apareceu na academia pouquíssimas vezes para se exercitar, saiba que você está jogando dinheiro no lixo.
Faça as contas do quanto você já gastou na academia e não usufruiu dos benefícios dela, agora pense no que você poderia ter feito com esse dinheiro mal gasto. Pois é, se você paga academia faça valer o investimento. Caso contrário, guarde o dinheiro para algo que te satisfaça mais.
E aí, quanto você já consegue economizar com esses pequenos cortes?