Quanto custa fazer um intercâmbio de 6 meses na Espanha?

Por Redação IQ 360

Índice de Conteúdomenu

  1. Valor dos cursos na Espanha
  2. Moradia na Espanha
  3. Alimentação e transporte na Espanha

A Espanha é um dos países mais apaixonantes do mundo, atraindo turistas e estudantes brasileiros há décadas. Desde os anos 1990, governo espanhol incentiva que mais pessoas conheçam o país e passem uma temporada por lá aprendendo o idioma. Mas lembre-se: estudar espanhol na Espanha requer um bom planejamento, porque tudo será cobrado em euro. E como o real está bem desvalorizado frente à moeda europeia, antes de arrumar as malas é recomendável fazer uma boa economia para não ter surpresas desagradáveis.

Confira algumas dicas:

Valor dos cursos na Espanha

Um curso de espanhol na Espanha pode custar entre R$ 2 mil e R$ 10 mil por mês, já com o material e as taxas incluídas. O valor vai depender de quantas aulas você pretende fazer ao longo da semana. Se a ideia é diluir o curso por seis meses, matricule-se em pelo menos umas três aulas por semana e aproveite o resto do tempo para fazer outros cursos, como História da Arte, Literatura Espanhola ou até Gastronomia. Claro que cada curso extra vai pesar mais no bolso, mas pode ser um bom investimento.

Moradia na Espanha

Ficar hospedado em hostel pode ser interessante, especialmente para temporadas curtas. Se você vai passar quatro semanas em cada cidade, por exemplo, essa pode ser uma boa opção. Em média, o valor gira em torno de R$ 2 mil por mês. Se preferir ficar em casa de família, com pensão completa (café, almoço e janta), esse valor pode subir para R$ 5 mil. Talvez a opção mais em conta seja procurar um Airbnb, de preferência escolhendo um apartamento próximo da universidade ou escola onde pretende estudar, com serviços de conveniência por perto, como supermercados. Assim poderá preparar as refeições em casa e investir o dinheiro em passeios culturais.

Alimentação e transporte na Espanha

Algumas agências de intercâmbio indicam que o valor de 50 euros por dia (R$ 200) é o ideal para se calcular os custos com alimentação e transporte. Mas se você fizer as refeições em casa, como já dissemos, esse custo pode cair muito. Com 30 euros/dia (R$ 120) já é possível viver de forma confortável na Espanha, provando as deliciosas tapas e paellas de vez em quando e se deslocando pela cidade com o transporte público. Cidades como Madri e Barcelona são mais caras do que Sevilla, Granada, Alicante, San Sebastián, Bilbao. Mas todas têm transporte limpo, barato e seguro. Não use táxi e nem Uber, aproveite os ônibus e metrôs, até para conhecer a dinâmica local e se entrosar com os moradores, tendo uma experiência bem completa.