Pedir demissão: dicas para avaliar se está na hora de trocar de emprego

Por Redação IQ 360

Índice de Conteúdomenu

  1. Ambiente desmotivador no trabalho
  2. Feedback negativo
  3. Sem perspectivas de crescimento
  4. Como se preparar para novos desafios

O estresse no trabalho é um dos motivos que leva muita gente a começar a pensar em pedir demissão. Ambientes considerados tóxicos também são um estopim para piorar as relações de trabalho. Mas será que sair do emprego é realmente a melhor opção? Confira algumas dicas dos especialistas para saber se é chegada a hora de fato:

Ambiente desmotivador no trabalho

Um dos motivos que leva muitos funcionários a pedirem para deixar a empresa é o ambiente de trabalho. Sabemos o quanto é difícil conviver com pessoas de diferentes personalidades no mesmo departamento. Para não se aborrecer diariamente, é preciso muito autocontrole e aprender a lidar com as diferenças.

Se esse é o cenário da empresa em que você trabalha, tente ser positivo, busque motivação ao fazer tarefas diferentes todos os dias, assuma novas funções ou até peça para trocar de setor. Pedir demissão por causa de um ambiente assim nem sempre vai resolver a situação porque existe a chance de no próximo emprego você encontrar novos colegas exatamente do mesmo jeito.

Feedback negativo

Receber um feedback negativo do chefe pode acabar desmotivando muita gente. Afinal, ouvir críticas não é fácil e nem todo mundo está preparado para encarar os apontamentos como um estímulo para fazer o trabalho melhor na próxima vez. Segundo os especialistas, esse não é um motivo para se pedir as contas e buscar um novo emprego.

Por mais difícil que seja voltar para casa e recomeçar a rotina no dia seguinte após ter ouvido que o seu relatório não estava bom o suficiente, é preciso encarar isso como um desafio. Alguns chefes não têm muita sensibilidade nesse feedback e podem até parecer agressivos ou injustos. Mas é bem provável que o seu superior acredite no seu potencial, caso contrário ele já teria demitido você.

Sem perspectivas de crescimento

Agora, se você já verificou que não existem mais possibilidades de crescimento dentro da empresa, que o seu trabalho não é mais reconhecido por mais que tenha apresentado ótimos resultados, talvez seja melhor começar a buscar outros horizontes. Nem sempre uma conversa franca com o chefe pode resolver essas questões, mas se você realmente optar por sair da empresa, analise exatamente o que está deixando para trás e o que está buscando no próximo emprego.

Como se preparar para novos desafios

Antes de avisar o seu chefe da sua decisão, é bom avaliar também em que condições financeiras você está neste momento para dar esse passo tão definitivo. Mesmo se a decisão lhe parecer claríssima e não houver outro jeito de ficar no emprego atual, é melhor checar se a suas economias serão suficientes para o seu sustento enquanto tenta buscar outra posição no mercado. Muitos especialistas alertam que é mais fácil trocar de emprego quando estamos empregados, e não desempregados. Em tempos de crise econômica, o tempo que você poderá ficar procurando uma nova vaga é bastante imprevisível e as chances de você perder a motivação são enormes.

Portanto, assim que você perceber que é chegada a hora de trocar de emprego, comece a acionar a sua rede de contatos, atualize o seu currículo no LinkedIn e sites de emprego. Avalie as propostas, os salários e os benefícios. Às vezes, ao receber uma oferta aparentemente tentadora, o melhor caminho pode ser conversar com o seu chefe atual e tentar aumentar o seu salário com base nessa nova oferta.