Recebi uma proposta de outra empresa: aceito ou não?

Por Redação IQ 360

Índice de Conteúdomenu

  1. Salário e benefícios
  2. Perspectiva de carreira
  3. Conheça a outra empresa por dentro
  4. Ambiente e proximidade de casa
  5. Converse com o seu chefe atual

Receber uma proposta de emprego de uma outra empresa sempre é um motivo de alegria e reconhecimento profissional. Se você foi chamado sem nem ter participado de um processo seletivo, isso demonstra ainda mais que o seu currículo foi muito bem avaliado e o seu trabalho está sendo valorizado no mercado. Mas será que vale a pena trocar de empresa neste momento?

Confira 5 dicas antes de dar uma resposta definitiva:

Salário e benefícios

O primeiro item que chama a atenção dos trabalhadores na hora de trocar de emprego é o valor do salário. Se ele é mais alto do que o seu salário atual, a probabilidade de você pensar seriamente em migrar para a outra empresa é grande. No entanto, é preciso levar outros fatores em consideração.

O primeiro deles é com relação aos benefícios. Não adianta ter um salário maior se a cesta de benefícios será menor ou menos atrativa. Algumas companhias eliminam o vale refeição e o vale transporte se o salário for considerado alto por eles, portanto essa conta precisa ser feita por você.

O plano de saúde também costuma ser um item determinante, principalmente se você tem filhos ou outros dependentes. Se a nova empresa não oferece um plano no mesmo nível ou melhor que o seu, você vai ter que pagar à parte se precisar de algum procedimento, então vale a pena conferir esses detalhes.

Perspectiva de carreira

Sabemos que o tempo dedicado a uma mesma empresa já não é sinônimo de sucesso e ascensão na carreira. Com a alta rotatividade no mundo corporativo, trocar de emprego na mesma posição ou para um estágio mais alto é cada vez mais frequente.

Por isso, verifique se a nova empresa oferece chances reais de crescimento. Se você recebeu uma proposta que talvez só seja interessante para os próximos dois ou três anos, talvez ela não compense tanto agora.

Conheça a outra empresa por dentro

Os especialistas também alertam que é importante tentar se aproximar da nova empresa antes mesmo de dar a resposta final. Conversar com os funcionários, pesquisar em publicações segmentadas ou mesmo nas redes sociais ajuda a ter alguma noção sobre o que esperar da companhia. Claro que o melhor diagnóstico só será feito por você, quando estiver lá dentro. Mas se puder fazer uma pesquisa antes, isso ajuda a decidir a aceitar ou recusar a proposta.

Ambiente e proximidade de casa

Esses fatores podem parecer menos importantes em um primeiro momento, mas tente projetar o seu dia a dia na nova empresa. Se ao conversar com os eventuais futuros colegas você percebeu um ambiente acolhedor, isso pode ser importante no longo prazo. Afinal, trabalhar em um local desagradável não ajuda a manter a saúde mental em dia.

Se a nova empresa também for mais próxima da sua casa ou da escola dos seus filhos, esse fator pode ser determinante, principalmente se você mora em uma cidade grande. Se a proximidade é maior com a sua empresa atual, talvez o pêndulo acabe pesando mais para você ficar.

Converse com o seu chefe atual

Por último, sempre vale a dica de levar a proposta que você recebeu para o seu chefe. Não é raro as empresas cobrirem a oferta para manter os seus funcionários mais talentosos. Se depois de toda essa análise você chegar à conclusão de que só precisa de um salário melhor e seu chefe te propôs o aumento, talvez ficar na empresa de hoje seja uma boa opção.