Qual a diferença entre Marketing Multinível e pirâmide?

Por Redação IQ 360

marketing-multinivel-X-Piramide

A máxima aqui é: não confunda marketing multinível com pirâmide. Definitivamente, não são a mesma coisa. O marketing multinível é um modelo de venda direta que trabalha por meio da formação de redes. Nele, os produtos ou serviços são oferecidos diretamente para o público final através da internet ou mesmo pessoalmente, o que reduz o número de intermediários na negociação. Ou seja, o marketing multinível substitui aquele formato tradicional que vai da indústria, passando pelo atacado e varejo, fazendo com que o produto chegue mais facilmente até as mãos do consumidor.
Essas redes mencionadas acima são baseadas, principalmente, em relacionamentos pessoais, o que agrega a esta modalidade de vendas o fator confiabilidade. Assim, a rede é remunerada por meio de comissão cada vez que uma venda é realizada pelo distribuidor independente que conseguiu recrutá-la.
Outro ponto que atrai cada vez mais autônomos para este tipo de “empreendimento” é o fato dele não exigir altos investimentos. O que é feita é uma compra inicial de produtos, para começar as operações, não sendo necessário infraestrutura, nem a contratação de empregados.

Aviso Importante sobre pirãmides no Brasil

Saiba diferenciar marketing multinível de pirâmide para não acabar sendo passado para trás, além de se envolver com uma prática que é ilegal no Brasil.

Marketing multinível X Pirâmide

A principal diferença entre essas duas modalidades de negócio está em seu objetivo final. Enquanto o marketing multinível visa vender produtos, a pirâmide quer recrutar pessoas. Inclusive, em alguns casos de pirâmide o produto ou serviço sequer existe, ou então são vendidos a preços muito acima do mercado.
Outros dois aspectos que podem lhe ajudar na hora de identificar uma pirâmide é que os treinamentos promovidos por essas empresas não são voltados para vendas, mas sim para recrutamento. Além disso, o que normalmente é avaliado em primeiro lugar não é o número de vendas, mas sim a quantidade de pessoas recrutadas para a rede.
Antes de entrar em qualquer negócio, fique atento para não sair no prejuízo.