Quanto investir por mês para ter uma boa aposentadoria?

Por Redação IQ 360

Índice de Conteúdomenu

  1. Renda atual e padrão de vida
  2. Idade atual
  3. Taxa de juros do investimento

Você pode se perguntar o quanto precisa investir por mês para ter uma boa aposentadoria.  A resposta vai depender de uma série de variáveis: sua renda atual, sua idade e a taxa de juros do seu investimento. A combinação de todos esses elementos determina quanto você precisa poupar mensalmente para atingir o seu objetivo.

Mas antes de repassar cada caso, vamos a uma reflexão: você sabe quanto você pode ter daqui a 30 anos se aplicar cem reais por mês em um investimento? Considerando o retorno fixo de 0,5% estabelecido para a poupança, ao final de 30 anos teria R$ 100.953,76 em valores de hoje. Aquele pequeno investimento de R$ 100 seria multiplicado por mil ao longo de trinta anos, considerando a taxa mais conservadora do mercado.

A reflexão acima comprova um dos princípios básicos da formação de reserva para a aposentadoria: a constância importa tanto quanto o valor depositado mensalmente. Quando puder investir mais, invista, mas quando puder comprometa-se com o mínimo que você decidir investir.

Vamos agora avaliar cada fator que influencia no valor de investimento mensal

Renda atual e padrão de vida

Se você recebe um salário mínimo e é chefe de família, provavelmente compromete mais de 90% de sua renda com a subsistência. Agora, uma pessoa solteira com uma renda de dez salários mínimos provavelmente pode manter um padrão de vida elevado e poupar até metade de sua renda, mesmo contribuindo com os gastos da família ou morando sozinho.

Isto não é trivial: é melhor poupar mais quando se é solteiro ou sem filhos, porque o orçamento familiar é impactado pela paternidade. Outro ponto importante: mesmo que a renda seja pequena e esteja comprometida, reservar nem que seja 5% dela para poupança é fundamental. No exemplo acima, a pessoa que poupou cem reais por mês pode contar com rendimentos de R$ 500,00 por mês após 30 anos, considerando o ganho mais conservador da poupança. Se esta pessoa de aposentar pelo INSS com um salário mínimo, essa poupança representa um acréscimo de 50% à sua renda.

Idade atual

Quanto mais cedo uma pessoa começar a poupar, menos ela precisará poupar por mês. O ideal é começar a fazer reserva para aposentadoria no começo da carreira. Se ganha uma bolsa auxílio de estagio, aproveite o fato de ser solteiro e guarde uma parte dela. À medida que vai progredindo na carreira, busque aumentar a parcela poupada. O programa “Poupe mais amanhã”, dos economistas Shlomo Benartzi e Richar Thaler, recomenda que quando a pessoa recebe uma promoção na carreira destine um percentual considerável do valor ganho a mais para a poupança.

Considerando o nosso exemplo do depósito mensal de R$ 100,00. Se esta pessoa aumenta em R$ 10,00 o seu depósito mensal a cada ano, considerando ganhos conservadores de 0,5% ao mês, ao final de dez anos ela terá poupado R$ 26.841,28. Se ela mantiver o depósito mensal de R$ 100,00 ao longo dos dez anos, ela terá apenas R$ 18.632,26. Uma diferença de 44% no resultado, graças ao acréscimo de apenas R$ 10 ao ano no valor mensal.

Taxa de juros do investimento

Claro que esses montantes mudam se a taxa de juros média no período for maior. Considerando uma taxa de ganho mensal de 1%, ao invés de 0,5%, aquele poupador de R$ 100,00 durante 30 anos terá acumulado R$ 352.991,58, e não R$ 100.953,76. Claro, estamos falando aqui em taxas de juros reais. Um investimento com uma taxa de administração extorsiva vai absorver grande parte deste ganho.

É bom esclarecer que quando falamos em longos períodos de tempo, como os nossos 30 anos, as taxas reais tendem a ser mais baixas e estáveis. No curto prazo é possível aproveitar ganhos momentâneos, assim como perdas bruscas. Na média, contudo, a maioria dos índices tende a se estabilizar em patamares próximos aos mais conservadores. Por exemplo, de acordo com a B3 a taxa de juros DI média nos últimos 20 anos foi de 1,12% ao mês, embora tenha oscilado entre um máximo de 3,29% em março de 1999 e 0,46% em fevereiro de 2018.

Observando esses fatores, você poderá avaliar quanto deve poupar por mês de acordo com a sua própria realidade financeira. Uma vez decidido, é fundamental que se comprometa com o número definido.