Viajar por agência ou por conta própria: qual vale mais a pena?

Por Redação IQ 360

viajem-por-conta-ou-agencia

Antes de planejar uma viagem, é comum bater aquela dúvida: será que deixo todos os planos da viagem nas mãos de uma agência ou organizo a viagem sozinho e economizo uma grana? Fazer uma escolha entre essas duas opções pode ser bem difícil, já que cada uma têm seus prós e contras.  Mas, para te ajudar a decidir o melhor jeito de planejar sua próxima viagem, separamos as vantagens e desvantagens de viajar por agência ou por conta e analisamos qual vale mais a pena!

Viagem com agência

PRÓS – O primeiro ponto positivo de viajar com uma agência é a tranquilidade que ela te dá: por meio do planejamento que a empresa faz por você, fatores como passagem, hospedagem e passeios já são fechados e você não precisa fazer uma extensa pesquisa para decidir onde vai ficar e o que vai fazer. Hoje em dia, muitas agências de viagem fazem um pacote de viagens personalizado para cada perfil, ou seja, não disponibilizam mais iguais para todos os clientes. Se você deseja ficar num hostel ou apenas fazer passeios alternativos, isso é possível.
Além disso, a agência também pode providenciar agentes para te acompanhar caso você queira um serviço mais exclusivo, uma vez que o profissional pode te ajudar com a língua do destino (caso seja internacional) e com eventuais imprevistos. Se você desejar, a agência também pode ficar encarregado de comprar o câmbio para você, arrumar a documentação necessária para a viagem e planejar a sua locomoção antes, durante e depois da viagem. Resumindo: viajando com agência, o nível de preocupação é bem baixo e você pode ficar tranquilo que a empresa vai preparar uma boa viagem para você.
CONTRAS – Infelizmente, toda essa praticidade que a agência de viagens te dá não vem de graça. Por isso, fechar uma viagem por meio de uma agência pode sair caro no final das contas, sendo necessário avaliar se vale a pena pagar a mais por essa tranquilidade durante a viagem. Às vezes pagar a viagem por uma agência também sai caro porque não te dá a possibilidade de você mesmo buscar por promoções em transporte e acomodação, fazendo com que você fique à mercê do preço fechado buscado pelas agências – que pode ser bom ou não.
Outro ponto negativo de viajar por agência é que você precisa seguir o roteiro planejado pela empresa, o que dificulta uma mudança e planos na hora. Assim, caso você fique doente ou deseje passar mais tempo em certa atração turística, não é possível mudar os planos, uma vez que você já pagou por aquilo e deve seguir o cronograma determinado.

Viagem por conta

PRÓS – Planejando exatamente o que você deseja fazer durante a viajem, viajar por conta acaba te dando muito mais autonomia quanto aos passeios escolhidos no destino, seus horários e sua rotina. Você não precisa correr para acompanhar um roteiro já programado e pode fazer tudo no seu tempo. Viajando por conta, você é o dono da sua viagem e pode pesquisar bastante antes de conseguir o melhor preço para a passagem aérea ou a acomodação com o melhor custo benefício.
Quando você não fecha a viagem por uma agência, você também economiza ao não pagar a taxa do pacote que vai diretamente para a empresa que planejou o roteiro. Em termos de dinheiro, fazer uma viagem por conta é a opção mais confortável para o seu bolso, sendo altamente recomendada se a grana está curta no seu caso.
CONTRAS – Para fazer uma viagem por conta, um dos pré-requisitos é ser organizado, já que muitas pesquisas e passeios estão nas suas mãos. Se você se considera alguém atrapalhado ou desorganizado, talvez seja bom pagar um valor a mais e deixar sua viagem aos cuidados de uma agência. Além disso, imprevistos podem acontecer durante a viagem e você não terá uma agente de viagens para recorrer, ou seja, você terá que resolver sozinho qualquer problema que acontecer.

Qual vale mais a pena?

Para escolher se viajar por conta ou por agência é melhor para você, antes é necessário avaliar qual é seu perfil, levando em consideração algumas dessas perguntas: você é organizado? Seu objetivo principal é tranquilidade e praticidade ou um preço baixo na viagem? Você consegue lidar com imprevistos sozinhos ou precisa da ajuda de um profissional?
Respondendo a essas perguntas, já fica mais fácil delinear qual opção é a mais adequada para o seu perfil. Por isso, pense bem antes de planejar uma viagem para você não se arrepender depois e conseguir curtir ao máximo seu destino!