Viajar com agência vale a pena?

Por Redação IQ 360

viajar-agencia-vale-a-pena

Viajar é sempre bom, seja para um destino que você já conhece ou para desbravar novos horizontes.
Mas o que vale mais a pena, fazer tudo por conta própria ou com a ajuda de uma agência de viagens? Veja abaixo tudo que você precisa saber para escolher.

Agências de Viagens

Optar pela contratação de uma agência pode ser uma excelente escolha se você fará sua primeira viagem para fora do Brasil e não domina o idioma do país de destino.
Com uma agência de viagem você vai ter ajuda desde a escolha do destino até passeios, hospedagem, traslados, entre outros. O objetivo de uma agência é atender as necessidades de seus clientes e proporcionar uma ótima experiência, afinal cliente satisfeito sempre volta.
Isso quer dizer que ficam por conta da agência a passagem, o transporte do aeroporto para o hotel e vice-versa, hospedagem, aluguel de carro, passeios e tudo o que for possível contratar.
A agência de viagens pode ajudar ainda o cliente a tirar o passaporte e o visto, se for necessário. Também podem fazer a ponte com a casa de câmbio para que o cliente não precise trocar o real pela moeda do país.
E a agência continua dando assistência durante a viagem, ou seja, se você precisar de alguma coisa que não estava prevista, seu agente de viagens pode ajudar, mesmo se você estiver na França, por exemplo, e ele aqui no Brasil.
A desvantagem de uma agência de viagens é o valor, pois o custo de toda esta assistência pode custar até três vezes mais o gasto que você teria se fizesse tudo sozinho. Os custos também podem ser mais caros na hospedagem, pois as agências trabalham com hotéis a partir de determinado número de estrelas.
A dica é fechar a viagem com o máximo de antecedência, pois você pode conseguir valores mais acessíveis e pacotes promocionais.

Por conta própria

São duas as grandes vantagens de programar a viagem por conta própria: a economia e a flexibilidade.
Você é responsável pela compra da passagem e a reserva do hotel, conferência de toda documentação e reserva de passeios. Todos os problemas que vierem a acontecer você terá que resolver sozinho.
A dica para dar conta de tudo e não se perder é fazer um check-list completo do que vai precisar para viajar sem dor de cabeça.
Se você tem uma agenda maleável, a dica é viajar no meio da semana, quando os preços das passagens aéreas caem.  Você consegue ainda reservas mais baratas. Já pensou em um hostel?
Não se esqueça de pesquisar restaurantes, museus, lojas e outros endereços que gostaria de conhecer. Sempre há um balcão de informações para você tirar dúvidas.

Então o que compensa mais?

A escolha depende de vários fatores, mas os principais são o perfil do turista e o orçamento disponível para o passeio.
Avalie o que você quer e o quanto pode pagar e boa viagem!