Como viajar para os EUA gastando pouco

Por Redação IQ 360

Índice de Conteúdomenu

  1. Dinheiro nos EUA
  2. Hospedagem nos EUA
  3. Transporte nos EUA
  4. Alimentação nos EUA
  5. Promoções nos EUA

Os Estados Unidos são um dos principais destinos dos brasileiros que viajam para fora do país, seja para visitar os parques, conhecer as cidades ou apenas para compras. O país oferece diversas opções para todas as idades e os mais diferentes interesses.

Com a alta do dólar nos últimos anos ficou mais difícil viajar, mas ainda é possível conhecer novos lugares gastando pouco seguindo algumas dicas. Viagens com mais pessoas, por exemplo, podem ajudar na economia já que há a possibilidade de dividir e assim reduzir gastos. Listamos a seguir dicas para te ajudar a aproveitar o melhor e ir aos Estados Unidos economizando.

Dinheiro nos EUA

Prefira levar dinheiro em espécie, sob o qual não incide a mesma cobrança de IOF de cartão pré-pago e cartão de crédito que é de 6,38%. Outra vantagem é de que o dinheiro é mais fácil de administrar e evita que você gaste mais do que o programado.

Além disso a fatura do cartão de crédito sempre será fechada com a cotação do dólar do dia, que pode ser maior do que quando você viajou, aumentando os gastos. Uma dica ao comprar dólares é pesquisar por casas de câmbio mais econômicas; na página do Banco Central é possível acompanhar quais as corretoras mais baratas das últimas semanas.

Hospedagem nos EUA

Para economizar com hospedagem nos EUA, fuja dos hotéis mais caros e mais famosos. Se estiver viajando sozinho ou com amigos pense na possibilidade de ficar em hostel, que geralmente é mais barato. Mas, se estiver em lua de mel ou com a família, pesquise a possibilidade de alugar uma casa, que também pode ser formas mais econômicas de hospedagem.

Outra possibilidade para viajantes solitários é a plataforma online Couchsurfing, que permite dormir na casa de um morador local sem pagar nada. Caso você não abra mão do conforto e mesmo assim prefira ficar em um hotel, pesquise e compare os preços com antecedência em sites como o Trivago ou Booking.

Transporte nos EUA

Quando em cidades grandes, como Nova York, avalie se comprar o bilhete com múltiplas viagens de transporte público é mesmo vantajoso, às vezes você nem usará tanto assim o metrô. Se estiver indo de uma cidade à outra, talvez seja uma boa ideia alugar um carro, já que a gasolina não é tão cara e o carro dará mais liberdade do que ir de ônibus ou ainda usar táxi e Uber.

Alimentação nos EUA

A alimentação pode representar grande parte dos gastos de viagem. Experimentar a comida local faz parte da experiência, mas para economizar experimente comprar comida no supermercado e cozinhar na hospedagem (quando possível), dividir porções com seu companheiro de viagem, fazer piqueniques em praças e parques ou ainda experimentar o Meal Sharing, que é uma rede social que permite interligar pessoas que gostam de cozinhar com quem gosta de comer, permitindo comer bem mais barato ou até de graça.

Quando for comer em restaurantes, faça check-in no site Yelp, o que pode render drinks ou sobremesa de brinde. Caso vá para os parques de Orlando, leve o lanche para passar o dia, já que comer por lá pode ser bem mais caro. Porém é preciso ter atenção: alguns dos parques possuem restrições em relação ao que pode ser levado.

Promoções nos EUA

Os Estados Unidos têm uma cultura forte do uso de cupons de desconto e eles podem ajudar a economizar em alimentação, passeios e compras. Você pode consegui-los em sites específicos de cupons ou de lojas e atrações. Pesquise-os antes de viajar, de acordo com a cidade para onde vai e o roteiro que pretende fazer. Páginas como o Deal Catcher oferecem diversas opções para vários tipos de produtos.