Como viajar gastando pouco?

Por Redação IQ 360

Para fazer uma viagem segura, econômica e proveitosa, o primeiro passo é fazer um bom planejamento. Se você tem um limite apertado de dinheiro para gastar, isso é mais importante ainda. Melhor fazer o roteiro e tabela de custos com bastante antecedência e ficar de olho em dicas e promoções de sites especializados.

Para você que sonha em fazer uma bela viagem e já está guardando dinheiro e se organizando para isso, vamos dar algumas dicas de como você pode viajar gastando pouco.

Planejar para economizar

  • Planeje com muita antecedência. Esse tempo servirá para você pesquisar os preços de passagens diariamente e dará mais chances de você aproveitar alguma promoção. Muitos aplicativos podem te ajudar nesta busca e comprando antecipado os descontos são maiores. Se você estiver bem adiantado, você também terá tempo de acumular pontos em algum programa de milhagens, o que poderá fazer você economizar ainda mais com a parte aérea.
  • Estude bem o seu destino. Existem muitos sites e canais no YouTube de viajantes que dão excelentes dicas. É bom você fazer uma lista de todos os lugares que deseja conhecer e conferir os valores de cada passeio. Muitos museus, pinacotecas e passeios pelo mundo costumam ter dias gratuitos, além de combos que incluem tickets de entrada para várias atrações com preços reduzidos. Sempre vale a pena verificar tudo isso para aproveitar esses dias livres e esses descontos.
  • Faça uma planilha de gastos. Liste os custos médios com alimentação, transporte, passeios, hotéis e tudo mais. Você precisa saber quanto do seu orçamento será direcionado para cada coisa, e conforme for, vai saber exatamente onde pode poupar.
  • Veja hostels ou airbnbs. Se você não faz questão de se hospedar em um hotel de padrão internacional, o hostel é uma opção bem mais econômica. Esses alojamentos coletivos têm um valor mais em conta e são excelentes para quem vai passar o dia todo passeando e só voltar para tomar banho e dormir. Há ainda outras opções de hospedagem como os B&B (Bed and Breakfast), as Guest Houses e alugueis através do Airbn Todas essas opções podem sair muito mais em conta do que um hotel tradicional.
  • Estude as distâncias. Ao escolher sua hospedagem é importante também considerar a distância dela para os pontos que você pretende visitar. Talvez não compense pagar uma diária mais barata, se você precisará se locomover grandes distancias gastando tempo e dinheiro. É uma daquelas situações em que o barato pode sair caro.
  • Viaje na baixa temporada. Se você tem disponibilidade, escolha viajar na baixa temporada. Tudo fica mais barato fora dos meses de pico, desde comida até hospedagem, sem falar nas filas e multidões que podem ser evitadas, dependendo do destino.
  • Dê preferência para se locomover de ônibus ou metrô. Estude na internet as linhas disponíveis e tenha seu mapa em mãos. Muitas cidades disponibilizam um passe diário, ou até mesmo semanais, em que o valor unitário sai bem mais em conta. Uber também pode ser uma solução para alguns momentos e cidades; já os táxis devem ser evitados.
  • Acompanhe o câmbio. Se sua viagem é internacional, comece a acompanhar a oscilação da moeda local para comprar quando o preço estiver mais baixo. Se você puder evitar o cartão de crédito será bem melhor, já que as taxas são mais altas e você também pode acabar perdendo o controle dos gastos.