Como viajar para o Uruguai gastando pouco

Por Redação IQ 360

Índice de Conteúdomenu

  1. Câmbio no Uruguai
  2. Alimentação no Uruguai
  3. Passeios no Uruguai
  4. Internet no Uruguai
  5. Cartão de crédito no Uruguai

Um dos nossos vizinhos mais próximos, o Uruguai é uma ótima opção de destino turístico para brasileiros, pois a moeda é mais barata que a nossa e, por fazer parte do Mercosul, podemos entrar apenas com o RG, sem a necessidade do passaporte.

Além da arquitetura, paisagens naturais e bom vinho, o Uruguai oferece uma rica gastronomia com opções de pratos à base de carne, doce de leite e alfajores com bom preço. Confira a seguir dicas para conhecer o país gastando pouco.

Câmbio no Uruguai

A moeda brasileira vale mais do que a do Uruguai, R$1 é o equivalente a $U8. Prefira levar o mínimo possível de pesos do Brasil, já que no Uruguai a taxa de câmbio costuma ser mais favorável. Mas, nunca troque no aeroporto de Montevidéu onde o valor é maior. Reais e dólares também são aceitos como forma de pagamento em alguns lugares, mas dependendo da taxa aplicada o melhor é ter o peso uruguaio em mãos.

Alimentação no Uruguai

Comer fora pode ser caro por lá, mas você pode encontrar opções mais econômicas nos menus executivos dos restaurantes, que costumam estar disponíveis de segunda a quinta-feira, incluindo bebida, prato principal e sobremesa por preço único.

Fique atento, pois alguns restaurantes no Uruguai cobram pelo uso dos talheres, o que é chamado de “cubiertos” nos cardápios, simbolizando uma taxa de uso da estrutura do estabelecimento: mesa, talheres, guardanapo etc. A média cobrada é de 100 pesos por pessoa, mas alguns lugares não cobram nada.

Passeios no Uruguai

Montevidéu tem várias opções de passeios gratuitos ou de baixo custo, como é o caso do parque Rodó, o mercado del Puerto, o mercado Agrícola e o mirante do centro da cidade. Grande parte dos museus e a visita guiada ao Teatro Solis têm entrada gratuita em, pelo menos, um dia da semana, por isso pesquise antes e programe a visitação dos lugares que quer conhecer.

Outra dica é aproveitar o Free Walking Tour que acontece no centro para conhecer a Ciudad Vieja e ainda aprender mais sobre a história do país, e que você paga o quanto quiser ao final. Aproveite também para passear nas ramblas (praias) da cidade, você ainda pode usar o sistema público de aluguel de bike (só fazer um cadastro rápido) e aproveitar a vista das ramblas.

Internet no Uruguai

Montevidéu é uma cidade com diversos pontos de acesso Wi-fi de boa qualidade, quase todos os restaurantes também oferecem internet, assim como shoppings e até supermercados. Por isso, você não precisa nem comprar um chip local ou habilitar sua linha telefônica para funcionar fora do país.

Cartão de crédito no Uruguai

Diferente da maioria das viagens, aqui a recomendação é usar o cartão de crédito, pois há no país uma lei de incentivo ao turismo que isenta o turista de pagar o imposto de valor agregado (IVA) em algumas despesas feitas com o cartão. O desconto aplicado diretamente na fatura variava entre 18% e 22%, mas desde maio de 2018 foi reduzido para 9% e vale principalmente para restaurantes, hotéis e aluguel de carros, o que acaba valendo a pena mesmo com a cobrança de IOF que é de 6,38%. Entretanto, fique atento se o estabelecimento aceita o cartão e/ou sua bandeira como forma de pagamento, já que nem sempre ele é aceito e algumas máquinas usadas não processam cartões com chip.