CDI: o que é e como consultar

Por Redação IQ 360

CDI Hoje

Rentabilidade

6.39%

Índice de Conteúdomenu

  1. O que é CDI?
  2. Posso investir em CDI?
  3. A taxa CDI acompanha a taxa Selic?
  4. Como consultar o valor da taxa CDI?

O Certificado de Depósito Interbancário (CDI) é frequentemente utilizado como um índice de rentabilidade em muitos investimentos de Renda Fixa no Brasil, sendo um dos principais indexadores do mercado financeiro.

Mesmo parecendo mais um dos vários conceitos complexos do mundo dos investimentos, o CDI não é nenhum bicho de sete cabeças! Neste texto você vai descobrir como essa taxa é definida e porque é importante entendê-la para investir melhor.

O que é CDI?

Segundo uma determinação do Banco Central, os bancos brasileiros devem sempre encerrar o dia com saldo positivo em caixa a fim de proteger o sistema financeiro de riscos de quebra. Assim, para evitar um saldo negativo, as instituições financeiras realizam empréstimos de prazo de um dia entre elas mesmas, chamadas de transações interbancárias. Esses empréstimos são feitos através de um Certificado de Depósito Bancário com uma taxa de juros definida.

O Certificado de Depósito Interbancário serve para lastrear as operações do mercado interbancário, porque vai ser ele que vai permitir que os bancos emprestem dinheiro e, também, o peguem emprestado de outras instituições financeiras.

A instituição financeira que pediu uma quantia emprestada a outra instituição financeira vai devolver a quantia emprestada corrigida com uma taxa de juros: a taxa média diária dos títulos CDI que foram emitidos em um dia vai ser usada para constituir a taxa CDI.

É bom entender que quando a sigla CDI é usada no masculino, o CDI, se refere ao Certificado de Depósito Interbancário, esses empréstimos de curto prazo realizado entre as instituições financeiras. Quando CDI é usado no feminino significa que estamos falando da taxa CDI, a taxa de juros definida diariamente de acordo com as transações interbancárias.

Isso quer dizer que a negociação do CDI é restrita ao mercado interbancário, porém a taxa CDI, os juros das transações interbancárias, será usada como índice econômico em títulos disponíveis para qualquer investidor.

Posso investir em CDI?

Como o próprio nome diz, o CDI é um certificado de depósito interbancário, ou seja, é um título emitido por conta de transações entre bancos. Já que você é provavelmente uma pessoa física (não um banco), você não pode investir em CDI. Entretanto, é possível aproveitar a taxa CDI por meio de investimentos que rendem a partir desse índice.

Em outras palavras, o rendimento de seu investimento vai estar totalmente relacionado ao quanto da CDI ele usa como base (por exemplo 115% do CDI) e também às variações que acontecem diariamente na taxa. Os títulos CDB, LCI, LCA e Letras de Câmbio são exemplos de investimentos de Renda Fixa que costumam utilizar bastante o CDI como índice de rentabilidade.

Os investimentos que usam a CDI costumam ser pós-fixados, ou seja, a taxa de rentabilidade não é fixada no momento de contrato, e sim acompanha as oscilações do mercado. Deste modo, você não tem certeza de quanto será seu retorno, já que a rentabilidade acompanhará o índice CDI e suas oscilações. Ainda assim, investir em um título CDI garante uma certa previsibilidade, mesmo que seu valor possa sofrer alterações para mais ou para menos.

Como qualquer taxa de juros, quanto maior for o valor, maior será a rentabilidade que ela vai proporcionar ao investimento. Assim, se a taxa CDI for aumentando enquanto você tiver um investimento pós-fixado com essa taxa, o rendimento do seu dinheiro também crescerá.

A taxa CDI acompanha a taxa Selic?

Por ser a taxa básica de juros do país, a taxa Selic acaba norteando o valor de todas as outras taxas de juros, por isso sua importância. Com a taxa CDI acontece a mesma coisa e podemos notar que o valor da CDI costuma estar bem próximo do valor da Taxa Selic. Veja a seguir:

  CDI SELIC
2016 10,42% 10,44%
2015 13,23% 13,28%
2014 10,81% 10,91%
2013 8,06% 8,21%
2012 8,48% 8,39%

Mesmo tendo fins parecidos, a meta da taxa Selic é definida pelo Banco Central a fim de regular as operações interbancárias. Seu valor final vai ser determinado de acordo com as negociações de títulos públicos entre os bancos e o Banco Central, mas ela costuma atingir a meta definida. Enquanto isso, a CDI é utilizada em transações somente entre bancos. A referência da taxa Selic utilizada é a meta estipulada a cada 45 dias pelo Comitê de Política Monetária, o Copom.

A definição da meta da Taxa Selic pelo COPOM pode afetar diretamente os seus investimentos. Se a Selic atingir uma meta mais baixa, naturalmente a taxa CDI seguirá esse valor. Com uma taxa de juros baixa, o dinheiro que você investiu com o CDI como rentabilidade não vai render tanto como poderia se a taxa estivesse mais alta.

Como consultar o valor da taxa CDI?

A Cetip é a instituição que realiza o processamento de todas operações de Renda Fixa no Brasil e fornece também o valor diário da taxa CDI, além de manter um histórico dos valores da taxa. O valor diário da CDI fica num painel verde na parte de cima da página com o nome “TAXA DI”.

Vale lembrar que a CDI muda diariamente por conta das transações interbancárias que acontecem todos os dias, entretanto o valor da taxa CDI costuma ser expresso num valor anual quando falamos de como o ano se desenrolou economicamente.