5 melhores corretoras de bitcoin estrangeiras

Por Redação IQ 360

Índice de Conteúdomenu

  1. A melhor corretora de bitcoins do mercado
  2. Os gêmeos Winklevoss
  3. Outras boas opções de corretoras

Um dos primeiros passos para quem decide investir em Bitcoin ou outras moedas virtuais é escolher uma boa corretora. Muitos optam por empresas estrangeiras nesse caso, mais experientes e de maior porte nesse segmento. Mas como escolher uma confiável e boa?

Neste artigo, separamos cinco corretoras renomadas do exterior, com algum histórico e indicações e as razões pelas quais são boas opções para iniciar com o Bitcoin.

A melhor corretora de bitcoins do mercado

Apesar de novo, o mercado de criptomoedas já possui seus grandes nomes. O maior deles, talvez, é a pioneira Coinbase, dos Estados Unidos. A Coinbase foi fundada em 2012, o que dentro do segmento pode ser considerado tradicional.

A Coinbase tem seu maior foco no Bitcoin, mas também oferece trading para outras criptomoedas, como o Ethereum e o Litecoin. Pesada no mercado, a empresa hoje lida com ativos da ordem de US$ 20 bilhões e criou em 2014 uma espécie de “bolsa” para lidar com ativos em moedas virtuais, o GDAX.

Além da tradição relativa e do bom sistema, a Coinbase suporta negociações envolvendo várias moedas tradicionais, entre euros, dólares, libras, dólares canadenses e outras, e possui uma taxa fixa de 1% para cada compra de Bitcoin ou criptomoeda.

Os gêmeos Winklevoss

Quem se lembra do filme “A Rede Social” irá lembrar desses dois empresários. Eles investiram pesado no mercado de Bitcoin e hoje possuem uma respeitada exchange no segmento, a Gemini Exchange. Com taxas baixas, boa garantia em operações e flexibilidade para movimentação de ativos, a corretora é uma das mais confiáveis e estáveis do mercado, segundo muitos especialistas.

Os pontos negativos, no entanto, são o fato de operações serem apenas suportadas em dólares e uma interface que não é tão dedutível e fácil de lidar quanto a do Coinbase.

Outras boas opções de corretoras

Há muitas outras corretoras que ganharam tração e oferecem boas plataformas, taxas de compra e de administração justas e confiabilidade na manutenção do capital. A depender, é claro, de algumas particularidades e necessidades de cada investidor, algumas delas podem ser opções melhores:

  • Changelly

Uma excelente opção para quem busca mais variedade em criptomoedas, além do Bitcoin. A Changelly suporta várias moedas, possui taxas muito competitivas e apresenta enorme crescimento. O ponto negativo é a falta de “tradição” da corretora, que é praticamente uma estreante no mercado.

  • Cryptopia

Para quem busca taxas baixíssimas, a neo-zelandesa é uma opção. Sua taxa é de apenas 0,2% sobre cada transação, um quinto da taxa-base da Coinbase. Lida com mais de 400 criptomoedas diferentes além do Bitcoin, mas infelizmente não suporta operações com moedas tradicionais.

  • BitMEX

Uma opção interessante para investidores mais experientes no mercado de Bitcoin e criptomoedas, pois além de operações normais com moedas virtuais, oferece possibilidades de investimento em futuros e derivativos do segmento.

  • Binance

Uma opção para quem visa apenas o investimento em Bitcoin, uma vez que se trata de uma corretora especializada, com boa plataforma e custo baixo de transações. Entretanto, não aceita métodos de pagamento bancários, o que pode ser uma barreira para iniciantes.

  • Bitstamp

Considerada uma das corretoras mais seguras do mundo, a Bitstamp opera com Bitcoin e mais algumas das principais criptomoedas. O processo de verificação das contas, contudo, é bastante demorado – até pela questão da segurança.