O que são Hardware wallets de Bitcoin

Por Redação IQ 360

Índice de Conteúdomenu

  1. O que é um hardware wallet?
  2. Como usar um hardware wallet?

Os perigos relacionados ao roubo de identidade, acesso a carteiras e exposição da comunidade de investidores em criptomoedas a hackers levaram à criação de uma geração de wallets, ou carteiras, ainda mais seguras.

As chamadas hardware wallets funcionam, grosso modo, como as tradicionais carteiras já usadas por aqueles que investem em Bitcoin e outras moedas virtuais. Entretanto, sua segurança é consideravelmente maior e são preparadas para lidar com ameaças crescentes à comunidade.

O que é um hardware wallet?

Uma hardware wallet é um tipo especial de carteira para Bitcoin que armazena a chave privada do proprietário da carteira. A vantagem desse procedimento é tornar a chave imune a vírus e ameaças que infectam os softwares dessas carteiras.

Ao contrário de carteiras baseadas apenas em softwares, a hardware wallets são aparelhos preparados exclusivamente para esse fim. Elas isolam as transações de computadores e outros aparelhos do proprietário que possam trazer ameaças externas à sua carteira.

Para quem nunca usou essas carteiras, elas funcionam como flash drives que o usuário pode conectar a computadores, para lidar com criptomoedas. São diversos os fabricantes, mas entre os mais populares hoje podemos citar:

  • Ledger Nano S
  • KeepKey
  • Trezor

Infalível? Talvez não. Mas os especialistas consideram hoje as hardware wallets como sendo a maneira mais segura de efetuar transações e armazenar Bitcoin e outras moedas, oferecendo mais uma etapa de proteção contra hackers.

O ponto negativo? Como qualquer aparelho, as hardware wallets não são gratuitas. Algumas delas, em mercados como o brasileiro, podem inclusive ser bastante caras. Contudo, como a maioria dos investidores em Bitcoin está disposto a gastar algum capital em troca da promessa de altos rendimentos, elas vêm se tornando ainda assim bastante populares.

Algumas corretoras e mesmo bancos que procuram expandir sua atuação em Bitcoins e moedas virtuais deverão em breve fornecer hardware wallets de maneira gratuita para novos clientes e correntistas. Como forma de referência, é possível dizer que esses novos aparelhos serão os “PINS” e “Tokens” que bancos hoje fornecem para clientes movimentarem suas contas e investimentos, porém para a aplicação e transações envolvendo criptomoedas.

Como usar um hardware wallet?

A maioria das hardware wallets são aparelhos que vêm com manuais de instruções. Mas afora isso, são bastante fáceis de usar. Como são conectadas a computadores por entradas USB, geralmente possuem um software próprio de auto instalação e configuração. São literalmente “plug and play” e exigem pouco conhecimento técnico dos usuários.

Após seguir as instruções, instalar e gerar a chave privada, basta utilizar a carteira normalmente, podendo o usuário inclusive acompanhar suas transações a partir de displays que a maioria desses equipamentos oferecem.