O que é Home Broker?

Por Redação IQ 360

O-QUE-E-HOME-BROKER

Você sabia que é possível investir na Bolsa de Valores online de maneira rápida e prática? Sim, isso é uma realidade há algum tempo com o uso da ferramenta que revolucionou o mercado de investimentos: o Home Broker.
Sua origem remonta à década de 1960, nos Estados Unidos, quando uma das maiores corretoras independentes da época desenvolveu uma interface para agilizar as operações de seus clientes. O sistema se popularizou, mas só passou a ser aceito no Brasil no final da década de 1990. Contudo, foi apenas em 2007 que o número de investidores pessoa física usando o home broker cresceu de maneira significativa. Atualmente cerca de 500 mil pessoas compram e vendem ações diariamente pela internet usando a ferramenta.
Antes da existência do home broker, os investidores precisavam ligar para um corretor e enviar a ordem de ação para o pregão presencial. Atualmente, tudo pode ser feito de maneira online e independente, embora quem queira ainda tem a opção de contar com o auxílio de um assessor de investimentos presencial.
Com o uso da ferramenta digital, qualquer um pode investir na Bolsa de Valores de maneira rápida e fácil, pois ela permite a negociação de ações via internet, agilizando a tomada de decisões, além de ter custos menores do que quando há o auxílio de um corretor presencial.

Como usar o home broker?

O home broker está ligado às Corretoras de Valores, responsáveis pela conexão entre o investidor e o mercado. Cada uma delas tem o seu próprio sistema que permite aos investidores enviarem ordens de compra e venda ao sistema de negociação da Bolsa de Valores, além de acompanhar as cotações em tempo real de todas as ações de acordo com as movimentações de mercado.
Depois de se cadastrar em uma corretora você já poderá operar o sistema que pode ser usado diretamente pelo site ou instalado em seu computador, sendo possível acessá-lo de qualquer lugar com acesso à internet. Além da negociação de ações, o home broker também permite a compra e venda de títulos públicos, fundos de investimento e contratos futuros.
As operações pelo home broker são majoritariamente seguras, mas existem alguns riscos moderados que o investidor deve ficar atento, como a possibilidade de ser hackeado. Por isso fique atento e não divulgue suas senhas, proteja-se contra vírus e não abra e-mails suspeitos. Outro risco é a possibilidade de quedas de conexão com a internet ou de energia elétrica durante a utilização do serviço, o que pode causar prejuízos se ocorrer enquanto você estiver finalizando uma ação no sistema.