Por que a ação da Suzano é tão popular?

Por Redação IQ 360

por-que-acao-suzano-tao-popular

As ações da Suzano Papel e Celulose estão entre as mais negociadas na bolsa brasileira. Isto inclusive faz da SUZB3 uma das ações com maior participação no Ibovespa. Por que interessa tanto ao investidor colocar seu patrimônio em ações da Suzano?
A Suzano Papel e Celulose é a segunda maior fabricante de celulose de eucalipto e a maior de papel para escrever e imprimir da América Latina. Uma empresa quase centenária, com 94 anos de existência, e que opera 1,3 milhão de hectares de área florestal, concentrados na Bahia, no Espírito Santo, em São Paulo, em Minas Gerais, no Maranhão, no Tocantins, no Pará e no Piauí. Ela produz celulose de mercado, fluff e papel, cujo portfólio é composto por: papel imprimir e escrever revestido e não revestido, papelcartão e também papel tissue, utilizado para higiene pessoal. O seu nome se refere à cidade de Suzano (SP), onde está instalada a sua fábrica de papel mais antiga.
Quem investe em ações costuma procurar pelas chamadas blue chips. Blue chip é o nome que se dá a empresas que são mais consolidadas no mercado. O porte e o volume de negócios da Vale enquadram suas ações no perfil blue chip.
As ações da Suzano fazem parte dos índices IBrX 100 e IBrX 50, que reúnem respectivamente as 100 e as 50 ações mais negociadas na B3. Este é um indicador de que as ações da empresa apresentam alta liquidez.
Além disso, como dissemos acima, elas têm participação no Ibovespa, principal índice de mercado de ações brasileiro. Por isso, sua oscilação é fundamental para determinar o comportamento do mercado, mesmo quando há notícias específicas que impactam o seu negócio. Isto também traz previsibilidade ao comportamento do ativo, o que traz segurança ao investidor.
Por conta dessas características, as ações da Suzano acabam sendo uma opção conservadora para quem quer aplicar sua poupança em renda variável. Isso porque a oscilação dos papeis acaba sendo mais previsível, o que traz segurança ao investidor.
O setor de papel e celulose é um dos maiores negócios industriais do Brasil. De acordo com a IBÁ (Indústria Brasileira de Árvores), que reúne as empresas do setor, a cadeia florestal brasileira representa 6,1% do PIB Industrial. O setor exportou US$ 9 bilhões em papel e celulose, e conta com R$ 14 bilhões em projetos de investimentos previstos para serem concluídos até 2020.
A grande vantagem de uma empresa do setor florestal é seu impacto socio ambiental. Por isso ações de empresas com este perfil costumam atrair investidores interessados em empresas de baixo carbono ou que contribuem com a sustentabilidade. A Suzano faz parte do ICO (Índice de Carbono Eficiente), que reúne as ações das empresas de baixo carbono listadas na Bovespa. Isto é entendido por investidores como empresas que continuarão apresentando resultados positivos no longo prazo
Ou seja, as ações da Suzano trazem previsibilidade e segurança para o investidor.