Primeiro investimento: onde começar a investir?

Por Diana Ribeiro

Índice de Conteúdomenu

  1. Primeiro investimento: Tesouro Direto
  2. Primeiro investimento: CDB

Você acabou de descobrir o mundo dos investimentos e não sabe por onde começar a investir? Fique tranquilo, investir não é nenhum bicho de sete cabeças. Com muito estudo, um pouco de calma e uma ajudinha do IQ 360 tudo fica mais simples.

Antes de começar a investir é interessante que você tenha um objetivo para aquele dinheiro que está investindo. Para que ele será usado? Pode ser para uma viagem, comprar um apartamento, aposentadoria ou trocar de carro. Não importa qual é o seu objetivo, o que importa é ter um objetivo. Isso fará com que você não fique desmotivado e pare de investi ao longo do tempo. Além disso, é fundamental definir qual o prazo (curto, médio ou longo) em que deseja deixar aquela quantia aplicada.

Não há regras para começar a investir, mas o recomendado por especialistas é que você comece tendo um perfil conservador e investindo em renda fixa. Investimentos de renda fixa são produtos que ao serem adquiridos com certeza vão gerar um valor superior ao que foi investido inicialmente. Além disso, permitem uma boa estimativa do valor a ser resgatado após o vencimento. Isso significa que dificilmente você perderá dinheiro.

Para saber mais sobre investimentos em renda fixa, leia o Guia Definitivo de Renda Fixa. Você também pode usar o Comparador de Renda Fixa do IQ360 para pesquisar e avaliar os melhores investimentos de acordo com o seu objetivo.

Estude bastante sobre investimentos e vá aplicado o seu dinheiro aos poucos conforme tenha experiência. Seja um investidor mais agressivo apenas quando já tiver mais conhecimento e segurança.

Existe dois tipos de investimentos de renda fixa que geralmente as pessoas começam a investir, são eles: Tesouro Direto e CDB. A escolha de começar a investir por essas modalidades é, justamente, por serem investimentos de renda fixa mais simples e conservadores. Entenda quais são suas características e escolha o ideal para você:

Primeiro investimento: Tesouro Direto

O Tesouro Direto é o investimento mais seguro do Brasil e tem rentabilidade maior do que a poupança. O Tesouro Direto é um programa desenvolvido pelo Tesouro Nacional para que os Títulos Públicos Federais possam ser vendidos diretamente para pessoas físicas através da internet. Título Público é uma forma do governo captar dinheiro para financiar suas atividades, como educação, saúde e infraestrutura.

Quando você compra um Título Público, você empresta dinheiro para o Estado brasileiro. Isso é vantajoso porque você recebe o dinheiro que emprestou + os juros. É possível começar a investir no Tesouro Direto com apenas R$30, aprenda aqui como investir já!

Há três modalidades de título em que você pode investir dentro do Tesouro Direto, veja quais são:

  • SELIC: são títulos pós-fixados atrelados aos juros. Isso quer dizer que tem sua rentabilidade corrigida pela taxa básica de juros da economia, a Selic.
  • IPCA: são título pós-fixados atrelados à inflação, ou seja, são atrelados aos juros e têm sua rentabilidade corrigida pela inflação.
  • Prefixados: são títulos prefixados, ou seja, são aqueles em que você sabe exatamente qual será a rentabilidade no vencimento.

Confira o Guia Definitivo do Tesouro Direto e tire suas dúvidas sobre o Tesouro Direto.

Primeiro investimento: CDB

O Certificado de Depósito Bancário, ou CDB, é um título usado por bancos para a captação de recursos. O dinheiro que você aplica no CDB é reutilizado por bancos para empréstimos e financiamentos. Em troca do capital que você disponibiliza, o banco lhe proporciona juros pré-determinado, isso quer dizer que se trata de uma aplicação de renda fixa. Ou seja, na prática você empreste dinheiro para o banco e ele devolve o dinheiro emprestado + os juros.

Há três CDBs oferecidos no mercado:

  • Pré-fixados: com uma taxa fixa de juros ao ano.
  • Pós-Fixados: juros atrelados a algum índice, que pode ser o CDI, por exemplo.
  • Indexados: são aqueles que possuem juros anual fixo, mas também oferecem variação adicional em função da inflação, por exemplo.

Veja também como investir em CDB e se vale a pena aplicar em CDB de Banco Grande ou Banco Médio.

Se animou para fazer o seu primeiro investimento? No IQ Investimentos há diversos artigos em que falamos sobre os dois tipos de investimentos, vale a pena dar uma lida com mais calma.