Passagem aérea barata para Londres? Não é bem assim

Por Bruno Freitas

A companhia aérea norueguesa Norwegian Air oferece passagens que custam cerca de R$ 1,3 mil, o trecho

Porém, quem despacha bagagem e utiliza serviços de bordo paga mais caro que a passagem da British Airways

A companhia aérea norueguesa Norwegian Air anunciou a criação de um voo direto de baixo custo entre o Brasil e o Reino Unido, que será lançado em 2019. As passagens por trecho vão custar US$ 349,9 – pouco mais de R$ 1,3 mil, na conversão do dólar para o real em dezembro de 2018. O trecho Rio de Janeiro-Londres tem data marcada para estrear: 31 de março e às vendas já estão abertas.

NORWEGIAN-AIR
A Norwegian Air estreia a rota direta Rio de Janeiro-Londres em março de 2019

A Norwegian Air desembarca no Brasil com a proposta de ser a opção mais barata para chegar, sem escalas, a Londres. Atualmente, essa rota de aproximadamente 11 horas é uma exclusividade da British Airways, que cobra R$ 2.813 (ida-e-volta) e compartilha o voo com a Latam Airlines. A explicação para a diferença de valores são os direitos do passageiro. Na Norwegian, a passagem não inclui despacho de malas e serviços de bordo. Já a British oferece o despacho de até duas malas e uma refeição completa, além de um lanche rápido.

O valor “seco” da passagem da companhia norueguesa chama a atenção e deve ser bem recebida pelo turista de negócios, que embarca com uma mala de mão no avião e pode dispensar serviços de bordo como a alimentação. Mas a pergunta que fica é: esse valor será atrativo para o turismo de lazer? Quem está a passeio vai conseguir não despachar, pelo menos, uma bagagem? O IQ 360 foi atrás dessa resposta e fez a conta para você.

O voo de baixo custo para Londres compensa?

british-airways-computerComprando a passagem mais barata no site da Norwegian Air para o primeiro voo, no dia 31 de março de 2019, o cliente paga US$ 349,9. Em conversão direta, a passagem sai por R$ 1.344 – sem IOF. Esse é o custo de um trecho. Somado com a volta, no mesmo valor, chegamos ao total de R$ 2.688 para o trecho Rio de Janeiro-Londres.

Utilizando o Skyscanner para cotar uma viagem de ida em 31 de março e a de volta em 15 de abril pela British Airways, chegamos ao valor total de R$ 2.813 pela British Airways. Assim, a  passagem da Norwegian Air é R$ 125 mais barata, sem as taxas.

No entanto, quando se coloca o despacho de bagagem e uma refeição, a diferença de preço é favorável em R$ 351 para a British, conforme a tabela abaixo.

O barato pode sair caro
Comparação entre os voos diretos Rio de Janeiro-Londres, com duração aproximada de 11 horas
Norwegian AirBritish Airways
Valor da passagem (ida e volta) R$ 2.688R$ 2.813
Despacho de bagagem (uma mala de até 20 kg) R$ 384Incluído
Uma refeição a bordo*R$ 92Incluída
TotalR$ 3.164R$ 2.813

*Refeição constituída por bebida não alcoólica, refeição leve e alimento fresco, considerando o valor mais alto de cada produto. A informação está na tabela fornecida no site da Norwegian Air

Quanto custa os serviços da Norwegian Air?

Comprando a passagem LowFare (tarifa baixa, na tradução do inglês), a opção mais barata para Londres, de fato, é com a Norwegian Air.

Porém, com a LowFare dá direito a uma mala de mão de até 10 quilos, que viaja na cabine. Qualquer outro serviço, como despachar uma mala ou beber um copo de água durante o voo, é pago. Por isso, é importante saber a tabela de preços praticados pela Norwegian Air.

Se você quiser algum serviço, além da passagem de US$ 349,9, terá de pagar por:

 

Norwegian Air – Custos de serviço (Passagem LowFare)
ServiçoPreço
Alteração do nomeUS$ 130
Nova reserva da passagemUS$ 130
Despachar bagagemUS$ 100
Reserva do lugarUS$ 45
Bebidas não alcoólicasUS$ 4 – 5
Bebidas alcoólicasUS$ 7 – 15
Refeições levesUS$ 4 – 8
Alimentos frescosUS$ 10 – 11
Cobertor de viagemUS$ 5
Fones de ouvidoUS$ 3

Outras categorias de passagens da Norwegian Air

Mas a Norwegian também oferece outras duas outras modalidades de passagens econômicas: a LowFare+ e a Flex.

A primeira permite despachar uma bagagem de até 20 kg, fazer a reserva antecipada do assento e uma refeição a bordo. O preço da LowFare+ é de a US$ 439,9 – ou R$ 1.690,2, sem IOF.

Já a Flex, que oferece o despacho de duas malas de até 20 kg cada, duas refeições a bordo, reserva do lugar e possibilidade de alteração de datas, custa US$ 779,9 – R$ 2.996, sem IOF.

Além disso, a empresa oferece as passagens Premium, por US$ 649, e PremiumFlex, por US$ 859.

Nenhuma das opções é mais barata do que a compra da passagem pela British Airways. O valor da passagem ida e volta na modalidade LowFare+ é de R$ 3.380. Pela Flex, o cliente pagaria R$ 5.992 – mais que o dobro do preço da concorrente.

Assim, viajar pela Norwegian Air só tem um verdadeiro custo-benefício na modalidade econômica mais barata (LowFare) e se o passageiro não for utilizar nenhum serviço adicional.

Quem é a Norwegian Air?

A Norwegian Air é uma das empresas que trabalha com um modelo que vem revolucionando o mercado mundial de aviação. Chamada de low cost (baixo custo, na tradução do inglês), essas companhias aéreas oferecem tarifas baratas e cobram pelos serviços adicionais.

Para os clientes, o grande atrativo desse modelo é o menor preço das passagens, o que resulta em viagens mais econômicas. Por essa razão, em mercados como o europeu, as empresas low cost vem crescendo e se tornando a primeira escolha de passageiros para voos curtos.

Os fatores que barateiam os preços das passagens aéreas são diversos. A parte mais evidente para os clientes é a cobrança extra pelo serviço de bordo e despacho da bagagem. Ter uma classe única e padronizada nos aviões também facilita a adoção desse modelo. Mas há outros fatores menos perceptíveis, como a redução dos custos de todos os processos, do atendimento ao logístico.

A grande inovação da Norwegian Air, terceira maior empresa do setor na Europa, é tentar tornar essa modalidade de viagem popular também entre os voos transcontinentais de longa distância. Ela é uma das primeiras empresas a focar em viagens internacionais low cost e enxerga com otimismo o potencial do mercado global.

No Brasil, além da rota Rio-Londres, a companhia aérea norueguesa também planeja a criação de um voo São Paulo-Londres, que ainda não tem data de lançamento. Outra possibilidade seria a entrada no mercado brasileiro com voos domésticos, mas a atual legislação nacional não permite a participação empresas aéreas estrangeiras no transporte aéreo dentro do País.

Para saber mais sobre viagens e finanças pessoais, veja outros textos no IQ 360 Finanças Pessoais

IQ Empréstimos

Quer passar as férias em Londres mas está sem dinheiro?

A nossa ferramenta encontra o melhor empréstimo para o seu perfil

Simule já