Carro ou Uber: qual vale mais a pena?

Por Redação IQ 360

Índice de Conteúdomenu

  1. Quais fatores devem ser analisados para escolher entre Carro e Uber?
  2. Quais as vantagens e desvantagens?
  3. Afinal, qual a melhor opção?

Comprar o carro próprio é o sonho de consumo de muitos brasileiros. Contudo, com o avanço da Uber e de outros aplicativos de mobilidade urbana, ter um carro pode não ser tão vantajoso assim.

Com viagens a preços competitivos, essa nova modalidade de transporte tem ganhado força e conquistado muitas pessoas. Então fica a dúvida: ter um carro ainda vale a pena financeiramente?

Neste artigo vamos te contar o que precisa saber para avaliar qual a melhor opção para você: carro ou Uber?

Quais fatores devem ser analisados para escolher entre Carro e Uber?

Antes de tomar a decisão, é preciso levar em conta os custos do carro e da Uber, podemos classificá-los como fixos e variáveis.

  • Custo fixo: são todas aquelas despesas que, com certeza, você terá que pagar, independente de qualquer outro fator
  • Custo variável: são despesas que variam de acordo com o período, situação ou por conta de imprevistos

Para o carro existem os custos fixos como seguro, IPVA, DPVAT, além do valor pago no veículo. E também os custos variáveis de combustível, estacionamento, manutenção (pneu, troca de óleo, troca de peças, etc), entre outros.

Em relação à Uber, não há custos fixos. Existem apenas os custos variáveis que são os valores das corridas.

Dito isso, o que deve ser analisado é quantos quilômetros você anda com o seu carro. Calcule qual sua despesa com o carro, levando em consideração os gastos fixos e uma média dos gastos variáveis. Depois, faça os cálculos utilizando o aplicativo da Uber, calcule o percurso que você faz e use como base a tarifa do aplicativo.

Fizemos uma simulação com dois exemplos para facilitar. Levamos em consideração apenas dias úteis e fizemos uma média pra os custos variáveis. Além disso, utilizamos a tarifa média da Uber em São Paulo, cidade que mais realiza corridas através do aplicativo no mundo.

Veja a seguir:

Vamos analisar os custos utilizando o Chevrolet Onix, carro mais vendido em 2017.

  • Valor do carro (tabela FIPE): R$48.169
  • Seguro médio: R$3.685
  • IPVA/DPVAT: R$2.078
  •  Depreciação do veículo: R$ 1.647 (-3,31%)
    Custo fixo anual do carro R$7.410 (15% do valor de compra) ou R$617,50 mensais.Todos os valores foram retirados do Comparador de Carros do IQ 360. Clica aqui para comparar modelos de carros e analisar seus custos fixos.

Exemplo I – Giovana: percorre cerca de 65km por dia para ir ao trabalho e a faculdade.

Utilizando carro:

  • Gasto médio de combustível ao mês: R$600
  • Estacionamento: R$300
  • Pedágio: R$70
  • Manutenção/depreciação: R$300

Gasto mensal com carro: R$1887 (R$617,50 de custo fixo + R$1270,00 de custo variável)

Utilizando Uber:

  • Gasto médio diário em corridas: R$180

Gasto mensal com Uber: R$4.000

 

Exemplo II – Rafael: percorre cerca de 6km ao dia para ir ao trabalho.

Utilizando carro:

  • Gasto médio de combustível ao mês: R$80
  • Manutenção/depreciação: R$ 40

Gasto mensal com carro: R$737,50 (R$617,50 de custo fixo + R$120,00 de custo variável)

Utilizando Uber:

  • Gasto médio diário em corridas: R$25

Gasto mensal com Uber: R$550

Nos exemplos citados, é fácil notar que a Uber compensa financeiramente para o Rafael, que faz um trajeto mais curto. Já o carro vale mais a pena para a Giovana, que percorre mais quilômetros por dia.

Quais as vantagens e desvantagens?

Carro: ter um carro te proporciona independencia ao se locomover. Com o carro, você tem mais segurança e comodidade, além de poder carregar bagagens e compras com mais tranquilidade. Mas os custos desses benefícios são altos.

Antes de adquirir um veículo, faça as contas. O carro não custará apenas seu valor de compra.

Ele custará também:

  • Seguro
  • IPVA
  • Combustível
  • Manutenção
  • Estacionamento
  • Pedágio
  • Lavagem

Uber: utilizar Uber para curtas distâncias é mais barato, mas pode não ter os benefícios do seu próprio carro. Em caso de emergências, por exemplo, não é sempre que se tem um carro do app por perto.

Outra vantagem é que há um motorista profissional que te conduz, o que é bastante cômodo em um trânsito intenso no horário de pico. Para quem não dirige ou não gosta de dirigir, também é uma ótima opção.

Afinal, qual a melhor opção?

A resposta é: depende!

É necessário calcular quantos km você anda, considerar o custo desse trajeto de carro e de Uber, entender qual a sua necessidade e avaliar qual meio de locomoção vale mais a pena para o seu caso.

Em geral, a Uber compensa para percursos mais curtos, mas o carro é a melhor opção para longas distâncias.

Porém, existem outros fatores que devem ser levados em consideração. Questões como: qual a importância do carro na sua vida? Você o utiliza para ir ao trabalho ou somente aos finais de semana? Qual disponibilidade de Uber próximo a sua casa? Como é o sistema de transporte público da sua cidade? Tem filhos? Costuma viajar de carro? Entre outras questões.

É fundamental colocar essas questões na balança, analisar o seu perfil e a sua realidade. Só assim você poderá avaliar qual vale mais a pena para você, se é o carro ou Uber.