Como contratar um Seguro Auto?

Por Redação IQ 360

Índice de Conteúdomenu

  1. Pesquise as opções
  2. Consulte um corretor
  3. Forneça as informações corretas
  4. Preste atenção na proposta do seguro

Contratar um seguro auto pode poupar muita dor de cabeça, pois é uma maneira de transferir o risco e a responsabilidade de prejuízos com seu veículo para a seguradora. No Brasil, a minoria dos veículos em circulação está segurada contra roubo, furto e acidente, embora os índices de violência e ocorrências de trânsito aumentem a cada dia.

Atualmente, existem apólices que oferecem diversos tipos de coberturas garantindo tranquilidade mesmo quando é preciso ficar sem o carro: as comodidades podem incluir desde troca de pneu até a garantia de táxi para voltar para casa em caso de sinistro. Mas o que levar em consideração ao contratar um seguro? Por onde começar?

Para ajudá-lo a tomar a melhor decisão, listamos abaixo dicas de como contratar um seguro auto.

Pesquise as opções

O valor de cada seguro depende de diversas variáveis, que incluem o modelo, ano de fabricação, sexo e idade do motorista, cidade e estado de residência, entre outros. Por isso nem sempre o melhor preço representa o melhor negócio, sendo preciso avaliar o que a corretora oferece e quais apólices possíveis mais se encaixam em seu perfil. Aqui no IQ Seguros, você consegue contratar o seguro auto para o seu perfil – tudo online.

Consulte um corretor

Agora que você já sabe quais as suas necessidades em relação ao seguro auto, procure um corretor de seguros qualificado, profissional que vai te ajudar, tirar suas dúvidas e aconselhar em relação à sua escolha do seguro. O corretor conhece os trâmites das seguradoras, por isso ajuda a agilizar o processo de contratação e no acionamento do seguro, em situações de sinistro. Hoje em dia não é mais preciso conversar com seu corretor presencialmente: as corretoras digitais, como o IQ Seguros, estão facilitando todo o processo de contratação do seguro auto.

Forneça as informações corretas

Depois de consultar o corretor, você já deve ter escolhido a seguradora que melhor se encaixa em seu perfil. No momento da contratação, não minta ou omita informações para tentar baratear o preço final da apólice: se seu carro fica na rua a noite, não diga que ele fica estacionado na garagem, por exemplo. Na prática, isso pode render pagamentos de valores adicionais e em caso de sinistro você pode não receber o valor da indenização, já que, as seguradoras investigam todas as informações antes de liberar o pagamento e se reservam ao direto de não pagar, no caso de informações falsas.

Preste atenção na proposta do seguro

Fique atento e leia com calma todas as cláusulas da proposta. Tire todas as dúvidas, principalmente em relação às situações de sinistro e pagamento de indenizações para evitar surpresas futuras. Além disso, avalie com cuidado o valor da franquia, que é a participação obrigatória do cliente em casos de conserto pré-definido em apólice. Na maioria dos casos você pode optar por uma franquia maior (com seguro mais barato) ou menos (seguro mais caro). A diferença é que quando algo acontecer você deve pagar esse valor para garantir que o seguro pague o restante do custo do sinistro. O ideal é escolher a franquia mais alta apenas quando o seu risco de ocorrências é mais baixo.