Quando acionar o Seguro Auto?

Por Redação IQ 360

Índice de Conteúdomenu

  1. Acidentes e colisões
  2. Roubos e furtos

Ter um seguro auto não significa que você deva acioná-lo sempre que ocorrer algum dano ao seu veículo. Pode parecer estranho, mas em alguns casos sai mais em conta fazer um pequeno conserto e pagá-lo por fora. Isso porque a franquia da sua seguradora pode sair mais cara do que o custo de arrumar um farol ou espelho quebrado, por exemplo.

Para saber quando o serviço é imprescindível, a primeira providência é verificar o que de fato foi contratado com a empresa e os valores extras da franquia. Você só poderá acionar a seguradora para o que contém nas cláusulas de cobertura.

Acidentes e colisões

Acidentes com colisões geralmente são os itens básicos e imprescindíveis em qualquer contrato, mas mesmo nesses casos é preciso confirmar tudo o que foi acordado para dimensionar o tamanho do que a seguradora poderá arcar e o que poderá ficar sob sua responsabilidade.

Se o acidente foi provocado por você, o primeiro passo é registrar um boletim de ocorrência e chamar a sua seguradora o mais rápido possível. Em seguida, a própria empresa dará algumas instruções, porém antes ela irá verificar até onde a cobertura do seu contrato atende à demanda solicitada.

Em caso de acidentes com mais danos, em que os veículos envolvidos não podem ser removidos pelos próprios motoristas, será necessário chamar o guincho da sua seguradora, que fica disponível 24h. Se você mesmo puder fazer isso, vai economizar alguns pontos e minimizar o sinistro.

Para que a empresa dê andamento ao atendimento do sinistro, alguns documentos deverão ser apresentados, como o boletim de ocorrência já citado, o seu RG, CPF e CNH, além dos próprios documentos do carro e o Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV). O ideal é que você entregue tudo isso o quanto antes para que os reparos sejam providenciados ou que a indenização seja efetivada. Se estiver previsto, você terá direito a um carro reserva para utilizar enquanto o seu é consertado. Em caso de indenização, a seguradora terá até 30 dias para efetuá-la.

Agora, se o acidente não foi provocado por você, o seu seguro não deverá ser acionado obrigatoriamente. É necessário verificar com o proprietário do outro carro se ele possui um seguro e se vai assumir a situação. Se ele não tiver nenhum seguro auto e não se responsabilizar pelo ocorrido, a sua seguradora deverá ser acionada. Mais adiante, a própria empresa irá contatar o responsável pelo acidente para recuperar o que foi gasto no conserto do seu carro.

Roubos e furtos

Se o seu veículo foi roubado, a primeira atitude também será registrar um boletim de ocorrência e em seguida a seguradora. Se o carro não for localizado pela polícia em um prazo específico, a seguradora deverá realizar a indenização. Até lá, você poderá solicitar um carro reserva.

Procurando um seguro auto rápido e descomplicado? Monte o seguro certo para o seu perfil, com as melhores marcas do mercado clicando aqui!