Seguro para Uber e Táxi: como funciona e como pedir

Índice de Conteúdomenu

  1. Seguro de Táxi é mais barato do que de Uber
  2. Seguro para Uber é obrigatório

Do mesmo jeito que o cachorro é o melhor amigo do homem, o seguro auto é o melhor amigo do carro: os dois estão sempre ao seu lado quando você precisa.  Mas, levando em conta quão perigoso é dirigir um carro nas ruas, é muito provável que você precise da ajuda do seu seguro mais que do seu cachorro. Caso seu carro dê perda total, colida com outro ou falhe no meio da estrada, é só você chamar o seguro auto para dar aquela mãozinha. E isso vale também para Táxi e carros de Uber, dois tipos de veículos que precisam muito do seguro auto.

Por serem veículos de transporte de passageiros, não de passeio, o taxista e o motorista do Uber estão expostos a mais riscos, já que rodam muito mais o carro. Assim, a chance de acidentes acontecerem fica bem maior, aumentando a necessidade de um seguro que cubra danos ao carro, ao motorista e, principalmente, aos passageiros.

Os dois tipos de veículos têm fins comerciais, porém o seguro auto para Uber e Táxi não é o mesmo. Veja a seguir a diferença.

Seguro de Táxi é mais barato do que de Uber

O valor do seguro para táxis é maior que o seguro para carros de passeio, por conta dos maiores riscos que ele está exposto, já que leva passageiros para diversos bairros, tem maior quilometragem e, consequentemente, usa mais o carro. Mas o seguro para táxis é mais barato que o de Uber, porque comprar um carro de táxi sai mais em conta que comprar um carro regular.

A grande vantagem em comprar um carro para táxi é a isenção de alguns impostos como IPI e ICMS, fazendo com que o veículo seja adquirido por um preço menor no final das contas. Consequentemente, o seguro do táxi também será menor, já que o carro será protegido de acordo com o valor que foi adquirido, ou seja, sem esses impostos. Deste modo, se o taxista sofrer perda total do veículo, a seguradora não vai dar uma indenização de 100% do valor do carro na Tabela FIPE, uma vez que, ao comprar o carro, o taxista teve a isenção dos impostos. O valor da indenização será de acordo com o percentual contratado na apólice.

Uma das maiores vantagens em se ter seguro para táxi e para Uber é a cobertura adicional de Lucros Cessantes: o carro seja roubado ou tenha que ficar em reparo, a seguradora vai garantir que o motorista não deixe de receber seu ganha-pão, já que o carro é o seu meio de trabalho. Com essa cobertura, a seguradora pode tanto fornecer uma indenização durante um determinado período ou até mesmo emprestar um táxi para ele usar durante os dias em que não tiver seu carro de volta ou um novo (em caso de perda-total ou roubo do veículo).

Mesmo não sendo obrigatório na regulamentação de táxis, é indicado que o carro tenha um seguro completo que inclua proteção contra roubo, furto, colisão e danos a terceiros, para que o taxista não sofra muita dor de cabeça caso algum acidente ocorra com o carro, com os passageiros ou com ele. Como para a maioria dos seguros auto, pagar aquela parcela da apólice por ano compensa muito mais que arcar com despesas exorbitantes no futuro.

Como contratar seguro para táxi?
A maioria das seguradoras oferece seguro para táxis, cobrindo colisões, roubo, furto e incêndios, além de assistência 24h e outros adicionais. Entretanto, vale lembrar que, ao contratar um seguro auto para o táxi, é necessário falar para a seguradora que o carro é de transporte de passageiros. Mesmo que isso encareça o valor da apólice, é essencial para a seguradora indenizar o motorista no futuro caso acidentes aconteçam. Se o seguro fechado para o táxi for para veículos de passeio, a seguradora não indenizará o motorista por conta da falta de honestidade na hora do contrato.

Seguro para Uber é obrigatório

O seguro para Uber é semelhante ao seguro para táxis, uma vez que os dois não podem ser considerados como veículos de passeio e sofrem riscos parecidos. No entanto, o aplicativo Uber obriga os carros que prestarão o serviço a terem um tipo específico de seguro: o de Acidentes Pessoais de Passageiros (APP). Para entender mais sobre esse seguro, confira esse texto.

A Uber exige que os carros tenham seguro APP para a segurança dos passageiros, com uma cobertura mínima de R$50.000 por veículo. Esta cobertura irá cobrir ou indenizar o motorista em caso de acidentes pessoais, invalidez total/parcial e mortes. Além disso, o novo projeto de lei aprovado pelo Congresso também determina que os motoristas de Uber devem pagar o DPVAT. Para saber mais sobre o DPVAT, clique aqui.

Mesmo assim, como no seguro para táxi, é sempre recomendado que o motorista contrate a cobertura compreensiva, que inclui proteção contra roubos, furtos e colisões, já que o carro roda frequentemente. Outro ponto a se pensar em seguro para carros Uber é a contratação da cobertura adicional de Lucros Cessantes, que reembolsa o dinheiro que o motorista ganharia com o serviço de Uber no período em que o carro estiver no reparo ou até ele conseguir comprar um novo.

Por conta dos altos riscos que o carro passa, algumas seguradoras ainda não fornecem apólices para esse tipo de carro. Mas as seguradoras que oferecem seguro auto para Uber, como é o caso da Porto Seguro, Tokio Marine e SulAmérica, consideram que o carro é comercial na hora da determinação do valor e cobertura do seguro.

Como contratar seguro para Uber?
Caso a pessoa já tenha um seguro para um carro regular e queira usar o veículo para Uber, ela terá que pedir um endosso, ou seja, uma atualização na apólice. Para isso, é só falar com a corretora que irá alterar o valor do seguro e o registro da apólice. Se a seguradora em questão não cobrir carros que rodem como Uber, é necessário procurar outra seguradora que faça apólices para Uber, como a Porto Seguro, Tokio Marine e SulAmérica.