4 dicas para economizar na troca de óleo do carro

Por Redação IQ 360

troca-de-oleo

Muitos donos de carros acreditam que trocar o óleo em casa pode ser a melhor saída para economizar. No entanto, os especialistas alertam que essa é a pior maneira de tentar diminuir os custos com o procedimento. O risco de escolher o produto errado e aplicá-lo de forma totalmente equivocada é enorme, sem falar nos prejuízos. Essa sequência de fatores pode levar à fundição do motor e você vai provocar um rombo no orçamento.
Para garantir que a troca de óleo seja segura e econômica, confira estas dicas:

Tipo de óleo e durabilidade

A primeira etapa é verificar no manual do seu carro qual é o tipo de óleo mais adequado. Existem produtos cuja matéria-prima é mineral, semissintética ou sintética. Não caia na tentação de comprar o mais barato, porque isso poderá provocar outros danos. Siga as instruções corretamente, use sempre o mesmo produto e não misture óleos diferentes. O prazo de durabilidade do material também está relacionado com a sua composição. Óleos minerais devem ser trocados a cada 5 mil quilômetros rodados, já os outros dois são mais duradouros: 10 mil para o semissintético e 20 mil para sintético.

Prazo de troca

Além de seguir a recomendação do fabricante, não deixe para trocar o óleo só quando acender uma luz vibrante no painel indicando que o motor está prestes a fundir. Verificar o nível de óleo regularmente é obrigatório. Se o seu carro parar de funcionar no meio da rua ou da estrada, ou ainda provocar um acidente por causa disso, você poderá receber uma multa altíssima, perder a carteira de habilitação e ainda colocar outras vidas em risco.

Ruídos no motor

É bem provável que se prevenindo com as dicas anteriores, o funcionamento do seu carro esteja assegurado. Mas como estamos falando de uma máquina, ela pode ter falhas. Se mesmo trocando o óleo regularmente você perceber ruídos estranhos ou um aumento do consumo de combustível fora do normal, leve o veículo ao seu mecânico de confiança e faça uma revisão urgente. Esses barulhos podem indicar que você está prestes a ter um superaquecimento. Se notar falhas na partida, também é um sinal de perigo.

Custo benefício

Segundo os especialistas, dificilmente você gastará mais do que R$ 200 no procedimento de troca de óleo. Ao mesmo tempo, a troca constante vai aumentar a vida útil do seu veículo. Além de economizar fazendo a manutenção, ele não vai desvalorizar tão rápido e você poderá vendê-lo a um preço melhor depois. Pense nisso como um investimento também.
Não custa reforçar que prevenir falhas no motor, cuidando da sua lubrificação, evita acidentes e pode salvar a sua vida, a da sua família e a dos outros.