Eno Seguro, o seguro para vinhos

Por Redação IQ 360

Eno Seguro, o seguro para vinhos

Sendo uma das bebidas mais consumidas ao redor do mundo, o vinho carrega milhares de anos de uma história riquíssima. Desde seus primórdios o vinho é uma bebida de grande valor para as sociedades. Ainda nos dias atuais, não é difícil encontrar seus admiradores.

Alguns consumidores estão dispostos a pagar caro para desfrutar um bom vinho. Porém, eles estão interessados em saborear o que há de melhor no universo da bebida, sendo mais exigentes com a qualidade do produto. Todo processo de fabricação, desde a produção ao armazenamento, deve ser realizado com absoluto cuidado, garantindo a preciosidade e o sabor do produto final.

Por isso, foi criado um seguro especialmente para pessoas e estabelecimentos que têm e apreciam bons vinhos.

O que é o Eno Seguro

O Eno Seguro nasceu da necessidade de garantir mais segurança àqueles que mantêm um patrimônio da bebida. O plano oferece cobertura para diferentes situações que possam vir a causar prejuízos aos segurados. Trata-se de um seguro como qualquer outro, que se compromete a cobrir os riscos previstos nos termos da apólice.

Esse serviço é válido especialmente para donos de restaurantes, adegas, colecionadores de vinho ou qualquer pessoa que tenha interesse em proteger-se de eventuais riscos ao investimento que realizaram na compra do vinho. Os segurados podem contratar cobertura para arsenais da bebida, uma pequena coleção ou até mesmo uma única garrafa.

Porque ele existe

Uma garrafa de vinho quebrada pode ser um grande prejuízo, e não é difícil imaginar que um acidente desse tipo possa vir a acontecer. Se essa garrafa pertencer a uma safra especial, ou tiver um rótulo estimado, a dor de cabeça pode ser ainda maior.

Uma queda de energia que altere a temperatura do ambiente ou um incidente com o local de armazenamento podem comprometer a qualidade de muitas garrafas. É para proteger comerciantes e consumidores desse tipo de infortúnio que o Eno Seguro existe.

O armazenamento de vinho também pode ser considerado um investimento rentável para seus compradores, mais um motivo para que queiram assegurar que incidentes não aconteçam. Um estudo de 2014, realizado pela American Association of Wine Economists (AAWE), concluiu que vinho rendeu mais que obras de arte durante os 100 anos anteriores ao estudo.

Os riscos que envolvem as etapas de produção

Para cuidar bem das garrafas e garantir a qualidade do vinho após o engarrafamento, as adegas, restaurantes e consumidores precisam estar atentos às necessidades da bebida. Alguns detalhes de iluminação e temperatura são essenciais para garantir que o vinho envelheça desenvolvendo o aroma e qualidade esperados. Por isso, existem riscos diversos que podem acontecer em decorrência do manuseio e armazenamento impróprios do produto, mas que podem ser previstos numa apólice de Eno Seguro.

Um exemplo de uma situação catastrófica aconteceu em Nappa Valley, na Califórnia – uma importante região produtora de vinho dos Estados Unidos – quando um terremoto causou um prejuízo milionário aos produtores de vinhos que armazenavam as garrafas em suas terras. Atualmente, os Estados Unidos são um dos países que comercializam o seguro específico para vinhos.

Além disso, para que o consumidor final usufrua de um bom vinho, todo o processo de produção e distribuição do produto deve ser igualmente minucioso e bem assistido. Por essa razão, já existem no mercado planos de assistência que buscam também cobrir riscos relacionados ao processo produtivo da bebida. Assim, todos envolvidos nas etapas de produção e engarrafamento também ficam protegidos. Dentre os riscos possíveis nessa fase estão: derrame de mercadoria, perdas de lucros, furtos, roubos, incêndios, tempestades etc.

O Eno Seguro não é um produto essencial para todas as pessoas, porém, possui grande utilidade para o público que trabalha com vinhos ou aprecia a bebida.