Como e onde escolher um seguro de viagem

Por Redação IQ 360

Viajar é uma das melhores coisas da vida. Principalmente quando é possível diminuir ao máximo as preocupações com o que pode acontecer antes, durante ou depois da viagem. Por isso, a grande maioria das pessoas já sabe que não tem como viajar sem contratar um seguro para auxiliar nos imprevistos. Além disso, alguns destinos fora do país exigem a contratação de um seguro de viagem, não sendo possível ingressar nos mesmos sem uma comprovação desta aquisição (veja mais em Acordo de Schengen).
Segundo especialistas, a contratação de um seguro de viagem é o tipo de investimento necessário, pois caso o viajante tenha qualquer contratempo, isso pode lhe custar “rios” de dinheiro, que certamente não terá disponível em seu plano de férias. E fique atento, porque esta máxima é válida para qualquer tipo de viagem, incluindo aquelas para destinos internacionais próximos e por poucos dias.

A escolha do seguro de viagem

O primeiro passo antes da contratação é pesquisar e avaliar o melhor preço, porém sempre tendo atenção com a cobertura do plano, a forma, a rede de atendimento e, se possível, as opiniões de quem já utilizou o serviço. Uma modalidade interessante oferecida por muitas operadoras é a de Assistência de Viagem: diante de uma emergência, o turista realiza uma ligação gratuita e, depois de ser atendido em português, é encaminhado para um hospital, ou ainda recebe a visita de um médico no próprio hotel, sem ter custos extras por isso.
Vale saber também que algumas regras são obrigatórias em qualquer tipo de seguro de viagem contratado. Por exemplo, caso o cliente prefira ou mesmo precise buscar atendimento por sua conta, é um dever da operadora reembolsá-lo. Mas para isso ele deve guardar todos os recibos, laudos médicos e documentos que comprovem este atendimento.
Também é uma obrigação da operadora cobrir os custos com qualquer emergência em decorrência de uma doença pré-existente. Além de ter que cobrir custos com regresso sanitário (transporte que exige cuidado especial), remoções hospitalares e traslado funerário em caso de óbito.

As operadoras de seguro de viagem

Opções de empresas que vendem este serviço não faltam e o seguro de viagens pode ser encontrado em: empresas especializadas, agências de turismo, companhia aérea, site onde a compra da viagem foi feita, instituição bancária do viajante ou operadoras de cartão de crédito.
Como os seguros são feitos de acordo com o destino e o tipo de atividade a ser realizada na viagem, todas as informações devem ser alinhadas com a empresa contratada, especialmente a prática de esportes radicais ou de aventura. Adultos acima de 70 anos e mulheres grávidas também costumam ter preços diferenciados.
O tempo de contratação, ao contrário do que muitos pensam, deve durar ao menos dois dias a mais, pois muitas vezes ele cobre também o extravio de bagagens e a remarcação de passagens. Também existem seguros especiais para quem viaja com eletrônicos, como celulares, computadores e câmeras, mas geralmente são contratados à parte.