Influência do mercado de seguros na economia

Por Redação IQ 360

Influência do mercado de seguros na economia

A contratação de seguros vem crescedo no Brasil, principalmente pelas diversas modalidades de serviço ofertadas pelas seguradoras – que vão desde seguros de automóveis, até mesmo a garantias estendidas.
Sendo assim, na tentativa de amenizar prejuízos e evitar que estes ocorram, muitas pessoas recorrem aos serviços de seguro e consequentemente movimentam milhões na economia brasileira todos os anos – que atualmente, correspondem a aproximadamente 5% do PIB brasileiro.

Quem contrata

A necessidade de contratação do serviço surge na intenção de “proteger” bens materiais (principalmente duráveis), através do pagamento de taxas e mensalidades.
A seguir, conheça os principais motivos de contratação de seguros:
Proteção do lar: os seguros residenciais vêm sendo cada vez mais procurados, principalmente por oferecerem cobertura a incêndios, acidentes naturais, roubos, além de assistências (por exemplo, chaveiro 24 horas)
Cuidado com automóveis: a compra de um carro ou moto pode demorar uma vida para ocorrer. Por issom investir em um seguro torna-se uma forma de reduzir as preocupações e garantir o investimento
Seguro de vida: vem sendo cada vez mais contratado, no sentido de buscar auxílio em doenças, afastamento do trabalho e diversas outras situações
Seguro Fiança Locatícia: o antigo fiador, buscado no momento de alugar um imóvel, está sendo substituído por uma modalidade de seguro, em que a seguradora torna-se sua fiadora
Garantia estendida: o investimento em eletrônicos e eletrodomésticos às vezes requer a contratação de uma garantia estendida
Depois de conhecer diversas modalidades de seguro, conheça os principais beneficiados pelo serviço
1. Cliente
A própria busca pelo seguro já é uma forma de o indivíduo beneficiar-se com a situação, visto que em situações de sinistro, a vítima não precisará arcar com nenhuma despesa
2. Empresa
O crescimento de empresas de seguro foi maior que 22,4% entre 2014 e 2015. Isso demonstra que o mercado é promissor, e está faturando cada vez mais
3. Funcionários
Além de quem contrata, quem é contratado também torna-se beneficiado. E, quanto mais empregos são gerados, mais a economia “gira”
4. As prestadoras de serviço
As empresas seguradoras contam com a terceirização de serviços, como em oficinas e assistências autorizadas. Portanto, estas modalidades também acabam por aumentar sua rentabilidade e envolvem cada vez mais trabalhadores nestas tarefas
5. Economia
Conforme os dados apresentados anteriormente (principalmente a parcela do PIB correspondente à seguros), pode-se concluir que este ramo está sendo responsável por uma grande movimentação da economia brasileira
Há geração de empregos, aumento de salários, demanda por profissionais especializados, e muito mais.

Como funciona em outros países

Para estabelecer um paralelo entre os serviços de seguro nos países desenvolvidos com o Brasil, escolheu-se o setor responsável pelo seguro de vida.
Em países como Estados Unidos, Japão e muitos da Europa, quase 10% do PIB é decorrente de seguros de vida. Enquanto isso, no Brasil o valor ainda está em 1,5%.
Em contrapartida, ainda falando do seguro de vida, existe uma desvantagem no exterior: os ajustes. No Brasil, o valor a ser pago é pré-definido e não sofre modificações. Já nos países desenvolvidos, os valores são submetidos constantemente à ajustes.
Conclui-se que o Brasil está caminhando neste setor, mais ainda tem muito para melhorar até chegar no nível de país desenvolvido.

Expectativas do mercado

Com o aumento do poder aquisitivo da população brasileira, cada vez mais está se investido nos chamados bens duráveis – isto é, imóveis, carros, motos, celulares, eletrodomésticos e eletrônicos em geral. Tudo isso gera necessidade de aumento das contratações de seguro.
Como a tendência é o aumento da compra, consequentemente, haverá também maior demanda por serviços prestados por seguradoras, sendo este um mercado muito promissor.