Porque você deveria contratar um Seguro Viagem

Por Redação IQ 360

Índice de Conteúdomenu

  1. Principais vantagens
  2. Coberturas disponíveis
  3. Diferenças avulso e oferecido por cartões
  4. Maiores seguradoras

Principais vantagens

Quem gosta de viajar sabe que para entrar em alguns países é obrigatório contratar um Seguro Viagem. No entanto, mesmo quando o destino não o exige, esse tipo de seguro oferece uma série de vantagens, não somente para cobrir despesas médicas como também para arcar com possíveis imprevistos com bagagens e passagens.

A principal função do Seguro Viagem é servir como um “plano de saúde” apenas durante o período da sua viagem. Dessa forma, os viajantes podem curtir à vontade sabendo que, caso ocorra algum imprevisto, não precisarão arcar com despesas médicas em lugares onde seu plano de saúde brasileiro não tem cobertura. Vale ressaltar que nem todos os países atendem estrangeiros em sua rede pública de saúde, o que reforça a importância do Seguro Viagem.

Quando for procurar por um Seguro Viagem, é importante olhar atentamente a proposta da seguradora para entender quais são os serviços e os valores contratados. Esse seguro já custa menos do que as pessoas imaginam e, em alguns casos, pagando um pouco a mais você recebe direito a coberturas como cancelamento da viagem em cima da hora ou atraso de voos. Conheça um pouco mais dessas coberturas a seguir.

Coberturas disponíveis para Seguro Viagem

Assim como outros tipos de seguros, a apólice que protege o assegurado em viagens conta com diferentes opções de coberturas básicas e adicionais. É comum que em algumas seguradoras o serviço básico possua mais de um tipo de proteção.

Despesas médicas, hospitalares e/ou odontológicas em viagem ao exterior

Essa cobertura é a mais procurada, já que é esse o Seguro exigido ao entrar em determinados países. Alemanha, Espanha, Dinamarca, França, Grécia, Holanda, Itália, Portugal, Venezuela e Cuba são alguns exemplos de países onde a contratação do seguro é obrigatória.

O atendimento é validado a partir do momento que o viajante deixa o Brasil, sendo que a indenização é feita em caso de despesas médicas, atendimento hospitalar e odontológico, desde que sejam necessários por conta de acidente pessoal ou doença súbita.

Despesas médicas, hospitalares e/ou odontológicas em viagem nacional

O seguro com essa cobertura tem a diferença de ser usado para viagens dentro do território brasileiro. Da mesma forma, ele cobre gastos médicos, bem como hospitalares ou odontológicas, desde que a razão também seja doença súbita ou acidente.

Traslado médico

Essa cobertura confere uma maior comodidade ao segurado, uma vez que facilita o transporte do segurado até o local onde ele deve ser atendido.

Invalidez total ou permanente por acidente em viagem

O Seguro Viagem com essa cobertura cobre os gastos do viajante segurado caso sofra um acidente que cause perda ou redução de função de membros ou órgãos durante a viagem.

Regresso sanitário

Se determinado problema de saúde durante a viagem faz com que o viajante precise voltar para casa em condições específicas que não como um passageiro regular, essa cobertura paga esse custo. Esse tipo de cobertura pode se chamar também de Repatriação Médica. Quando o segurado sofre acidente ou doença no exterior, ela garante o seu retorno seguro.

Morte em viagem

Se o viajante falecer durante a viagem, seja por razões naturais ou acidentais, essa cobertura indeniza os beneficiários do segurado de acordo com o valor previamente definido na assinatura do contrato.

Traslado de corpo

Essa cobertura serve para pagar as despesas que existem no caso do segurado falecer durante a viagem, como os custos com a preparação e o transporte do corpo até o local onde será sepultado. Quando esse acontecimento ocorre no exterior, a cobertura pode ser chamada de Repatriação Funerária.

Coberturas adicionais

De acordo com o tipo de viagem, destino e tempo de estadia, é possível garantir uma maior segurança optando pelas coberturas adicionais, que podem ser incluídas junto às coberturas básicas eleitas para o seguro viagem.

• Cancelamento de viagem: é acionado quando a viagem não acontecer, servindo para reembolsar as despesas que já foram pagas. Para que o seguro cubra os custos é preciso comprovar o cancelamento da viagem

• Bagagem: todos os anos um grande número de extravios e roubos de bagagens são registrados em aeroportos. Com essa opção, o viajante pode ser indenizado se tiver prejuízo, porém, é preciso comprovar o ocorrido

• Atraso de voo: se o voo atrasar, essa cobertura adicional de Seguro Viagem cobre as possíveis despesas que o segurado possa ter em consequência do fato

• Regresso antecipado: essa cobertura cobre o retorno do segurado para o local de origem antes do programado. No entanto, para que haja o reembolso é preciso que o evento que motivou essa decisão esteja coberto

• Práticas esportivas: essa cobertura adicional é direcionada a viajantes que vão praticar esportes no seu destino, sendo que a indenizarão pode ser acionada em caso de acidente. Algumas seguradoras possuem coberturas indicadas para amadores e outras para profissionais, sendo necessário verificar quais esportes são cobertos

Operadoras de Cartão de Crédito x Corretoras e Seguradoras

As operadoras de cartão de crédito também oferecem Seguro Viagem, normalmente quando os clientes realizam a compra das passagens aéreas com o cartão. Nesse caso, os viajantes devem avaliar se essa é a melhor opção ou se é mais vantajoso contratar o Seguro Viagem avulso por meio de uma corretora.

Para fazer a escolha mais adequada é preciso conferir tudo o que o seguro do cartão de crédito cobre. No entanto, é comum que as operadoras façam o reembolso para assistência médica, contudo elas nem sempre incluem acidentes em terra, somente durante os voos.

Isso significa que são os clientes quem devem pagar as despesas cobertas pelo seguro durante a viagem e depois apresentarem as informações necessárias para que sejam reembolsados. Perda de bagagem, cancelamento de viagem, repatriação médica e outras coberturas são exclusividade das seguradoras, por isso as operadoras de cartão não as oferecem.

Já para as viagens à Europa, onde é obrigatório contratar um seguro de viagem internacional, é preciso contratar a apólice diretamente com seguradoras ou corretoras, pois as coberturas dos seguros dos cartões não são suficientes.

Maiores seguradoras do mercado

Confira o ranking com as cinco maiores seguradoras do mercado brasileiro:

  • 1 – Bradesco;
  • 2 – SulAmérica;
  • 3 – MAPFRE;
  • 4 – Porto Seguro;
  • 5 – Zurich.