O que é o seguro educacional?

Por Redação IQ 360

Quando se tem filhos, uma das maiores preocupações das famílias é com a educação. Ensino de qualidade está cada vez mais caro e os pais não querem abrir mão de algo tão importante. Foi para garantir a qualidade e continuidade dos estudos de alto padrão, mesmo que a família esteja em dificuldades financeiras, que foi criado o seguro educacional.
A apólice costuma abranger da educação infantil até a conclusão do ensino médio, ou até a universidade, se os pais preferirem. Serve para cobrir todas as despesas financeiras com mensalidades em caso de doença funcional, invalidez permanente ou morte do responsável que financia os estudos. O custo varia de acordo com a idade dos pais e não dos filhos, de forma que pais mais velhos costumam pagar valores mais altos.
Dependendo do tipo de apólice, pode ser que o seguro educacional dê o suporte para casos de invalidez temporária ou desemprego involuntário (demissão sem justa causa) do responsável por pagar os estudos. Nesses casos, o seguro normalmente dá cobertura para um período entre três ou seis meses de mensalidades.
Muitas escolas e universidades já possuem convênio com uma seguradora e oferecem planos coletivos deste seguro de educação aos responsáveis no momento da matrícula, em que os pais podem optar inclusive pelo acréscimo do valor na mensalidade. Algumas instituições, na tentativa de evitar a inadimplência, incluem o seguro educacional no valor da mensalidade sem consultar o responsável. Entretanto, a prática é condenada pela Susep.

Planos coletivos

Nada impede que o seguro de educação seja adquirido de forma individual, mas isso não é muito comum. Normalmente o que se vê mais no mercado são as apólices coletivas, ou seja, com mais de um segurado. A dica então é verificar se a escola ou universidade escolhida para o seu filho tem algum tipo de parceria com uma seguradora.

Custos do seguro de educação

A contratação de seguros coletivos sempre costuma ser mais vantajosa. Com um número grande de pessoas no contrato, os custos se diluem e cada segurado paga um valor menor.
A prática mais usada pelas instituições de ensino é a da apólice com 14 meses de cobertura, garantindo assim a matrícula e mais uma mensalidade que seria para cobrir os gastos com material.

Adicionais do seguro de educação

Com alguns acréscimos no custo do seguro, algumas coberturas extras podem ser contratadas. As possibilidades são enormes, mas para dar alguns exemplos, pais mais preocupados podem solicitar: aulas em casa se o estudante tiver de faltar muitos dias por conta de algum acidente ou cirurgia; cobertura para despesas com formatura ou com o curso pré-vestibular, etc.

Leia o contrato com atenção

Como você pode ver, tudo varia muito. Ler o contrato com cuidado e entender todos os detalhes é muito importante. As garantias são muito específicas de cada apólice e os critérios para os pagamentos de indenizações também.