Seguro viagem para a Europa é obrigatório?

Por Redação IQ 360

seguro-viagem-europa

Malas prontas, passagem aérea comprada e hotel reservado: parece que já está tudo pronto para a sua viagem na Europa! Mas, se você está indo para algum país que seja parte do Tratado Schengen, saiba que falta mais um item obrigatório: um seguro viagem. Sem ele, você não consegue entrar na Europa, mas, com ele, você garante segurança e tranquilidade durante todo o seu período de viagem.
Para saber mais sobre o seguro viagem obrigatório da Europa, confira os tópicos a seguir.

O que é e como funciona o seguro viagem obrigatório na Europa?

Em 1985, alguns países assinaram um acordo chamado Tratado Schengen que previa uma abertura de fronteiras entre os países signatários. Com este tratado, os europeus poderiam ter uma livre circulação dentro do território delimitado, que ficou conhecido como Espaço Schengen.
Hoje com mais de 30 países participantes, o acordo faz com que seja mais fácil circular por vários destinos da União Europeia, eliminando todos os processos burocráticos de imigração entre os países signatários. Entretanto, o Tratado Schengen prevê algumas regras específicas para turistas que desejam visitar os países do Espaço Schengen, tornando necessário ter um seguro viagem obrigatório para viajar na Europa.
O principal quesito deste seguro obrigatório é que ele deve disponibilizar assistência médica ou repatriação médica e funerária no valor mínimo de €30 mil, para garantir que você tenha como arcar com custos em caso de doenças ou acidentes durante a viagem. Este valor específico de €30 mil é estipulado para todos os países que são signatários do acordo.
Se você deseja fechar um seguro viagem para um destino que faz parte do Espaço Schengen, provavelmente a seguradora escolhida já vai automaticamente te oferecer um seguro que vá de acordo com o Tratado Schengen, sendo sempre possível contratar coberturas adicionais.

Que países da Europa requisitam o seguro obrigatório?

O seguro de viagem é obrigatório nos países da Europa que assinaram o Tratado Schengen, que inicialmente eram apenas França, Alemanha, Bélgica, Países Baixos e Luxemburgo, mas hoje já são mais de 30 países europeus. Mas lembre-se: o Espaço Schengen não é a mesma coisa que a União Europeia, já que há países dentro do bloco econômico que não assinaram o acordo de livre circulação.
Veja a seguir quais são os países que requisitam um seguro viagem obrigatório por serem parte do Espaço Schengen:

  • Alemanha
  • Áustria
  • Bélgica
  • Dinamarca
  • Eslováquia
  • Eslovênia
  • Espanha
  • Estônia
  • Finlândia
  • França
  • Grécia
  • Holanda
  • Hungria
  • Islândia
  • Itália
  • Letônia
  • Liechtenstein
  • Lituânia
  • Luxemburgo
  • Malta
  • Noruega
  • Polônia
  • Portugal
  • República Tcheca
  • Suécia
  • Suíça

Apesar de Mônaco, San Marino e Vaticano não serem signatários do Tratado Schengen, eles estão integrados ao Espaço Schengen por serem pequenos enclaves e por terem acordos com os países nos quais estão inseridos, requisitando, assim, o seguro viagem obrigatório.
Entretanto, existem algumas áreas que estão dentro dos países em que o tratado não é válido, ou seja, não é necessário apresentar o seguro de viagem obrigatório lá. Mas, por estarem contornadas por países signatários do tratado, é necessário possuir o seguro para conseguir entrar no país. Veja a seguir quais são esses territórios que fazem parte da exceção:

  • Monte Atos – Grécia;
  • Svalbard – Noruega;
  • Groelândia e Ilhas Feroé – Dinamarca;
  • Livigno – Itália;
  • Helgoland – ilha da Alemanha;
  • Guernsey, Ilha de Man, Jersey – Reino Unido;
  • Territórios ultramarinos da França.

Se você deseja saber mais sobre seguro viagem, confira os textos abaixo que preparamos para você!