Descubra qual seguro de vida é o ideal para você

Por Redação IQ 360

Índice de Conteúdomenu

  1. Seguro de vida tradicional
  2. Seguro de vida resgatável
  3. Seguro de vida temporário
  4. Seguro de acidentes pessoais

Um bom planejamento financeiro é muito importante para garantir segurança e estabilidade, e o seguro de vida pode ser um grande aliado nesse momento. Para tomar a decisão mais adequada sobre o assunto, é importante saber quais são os tipos de seguro de vida e, assim, optar pelo mais indicado para você.

O seguro de vida pode beneficiar vários perfis diferentes. Para quem tem filhos, é uma forma de garantir que, em caso de fatalidade do provedor da família, seus dependentes mantenham o mesmo padrão de vida até que consigam se sustentar. Mas mesmo quem não possui dependentes ganha ao adquirir um seguro, pois ele também pode ser uma garantia para uso próprio em caso de invalidez temporária ou permanente. Por esse motivo, atualmente o seguro de vida é chamado de “Seguro de Pessoas”.

Cada seguro tem uma cobertura diferente, de modo a atender as demandas de cada cliente. Na cobertura por morte (acidental ou natural) o seguro vai proteger os beneficiários em caso de falecimento do segurado, diminuindo as chances da família se endividar por conta da perda.  Já em outras coberturas como invalidez e doenças graves, o seguro vai proteger o patrimônio do segurado ainda em vida.

Outra cobertura muito vantajosa para o segurado é a Diária de Incapacidade Temporária (DIT), em que o cliente recebe uma espécie de “salário” proporcional ao período que ficou afastado por conta do sinistro.

Também há diferenças quanto à duração e a forma de resgate da apólice. Nesse sentido, existem basicamente quatro tipos de seguro de vida:

  • Seguro de vida tradicional;
  • Seguro de vida resgatável;
  • Seguro de vida temporário;
  • Seguro de acidentes pessoais.

Veja a seguir as características de cada um:

Cotação de seguro online

Encontre o seguro de vida perfeito para você

Entrar

Seguro de vida tradicional

Essa modalidade de seguro de vida conta com cobertura vitalícia, desde que o cliente esteja pagando o prêmio. Dessa forma, quando o segurado deixa de pagá-lo, o seguro será cancelado no momento determinado pela seguradora de acordo com o contrato.

Isso pode ser feito em qualquer momento, mas não há recuperação do que já foi pago. Assim, esse é um tipo de seguro de vida mais barato, ideal para quem está construindo um fundo financeiro (seja para garantia própria em caso de invalidez ou para seus dependentes), mas ainda não possui capital suficiente e quer estar protegido até que o tenha.

Esse seguro pode ou não ter enquadramento etário, ou seja, quando o valor aumenta conforme a idade do cliente. Essa modalidade é ideal para ser contratada quando o cliente for jovem, já que conforme envelhece, ele pagará menos do que um idoso tentando contratar o seguro. Isso acontece porque não é necessário responder novamente a Declaração Pessoal de Saúde ao longo da vida, apenas no ato da contratação. Para entender mais sobre a implicação da DPS no preço do seguro de vida clique aqui.

Seguro de vida resgatável

O diferencial deste tipo de seguro de vida é que o segurado resgata o dinheiro que investiu ao longo do contrato no momento em que quiser cancelá-lo. Porém, nem sempre é possível ter de volta todo o valor investido, depende do acordo fechado na contratação. O resgate pode ser feito depois que passar o prazo de carência, normalmente de dois anos.

Outra diferença é que com esse tipo de seguro o cliente compra a apólice e paga o prêmio somente por um determinado período. Mesmo assim, permanece protegido para sempre ou até resgatar o valor de que tem direito. Por isso, esse tipo de seguro é mais caro, mas não há enquadramento etário.

O seguro de vida resgatável é muito procurado porque ele funciona como uma aplicação financeira, ou seja, é uma maneira que o segurado tem de investir uma quantia ao mesmo tempo que segura esse dinheiro para si mesmo ou para os beneficiários em caso de sinistro.

Essa modalidade de seguro é geralmente recomendada para pessoas mais velhas que já consideram fazer um planejamento para futuros herdeiros e que possuem mais recursos para bancar o valor do prêmio.

Seguro de vida temporário

Essa é mais uma modalidade de seguro de vida que não é resgatável, pois funciona de maneira semelhante ao seguro tradicional. A diferença é que, como o seu próprio nome diz, esse seguro tem validade apenas por um período de tempo escolhido, por isso se gasta ainda menos para quitar as parcelas do seu prêmio.

Essa opção de seguro é perfeita para necessidades temporárias, como gastos com educação de um filho ou financiamento de um imóvel. Caso ocorra um sinistro e o segurado não for mais responsável por pagar aquela despesa, o seguro vai garantir que aqueles gastos continuem a ser pagos.

Já o enquadramento etário pode ou não existir, dependendo da seguradora.

Seguro de acidentes pessoais

Esse tipo de seguro de vida diferencia-se pela sua cobertura simplificada, cobrindo só invalidez permanente e morte  – causados unicamente por acidentes. Também possui um valor de prêmio bem menor que as outras modalidades, sendo indicado para aqueles que necessitam mais de proteção contra invalidez do que morte, como por exemplo, profissionais liberais que não recebem renda caso fiquem temporariamente impossibilitados de trabalhar. É possível fazer este seguro de forma individual ou em grupo.

Em dúvida sobre qual é a melhor opção para você? Faça uma cotação de seguros online e descubra qual opção se encaixa ao seu perfil. Confira aqui!